Nós Balneário Camboriú

18.9 C
Balneário Camboriú

Arrasto de bagres na Praia Central pode configurar crime ambiental

Inicialmente a multa para peixarias compradoras do peixe é de R$ 4 milhões

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Siga-nos no Google News

A grande pesca de bagres na Praia Central de Balneário Camboriú violou o período de defeso do peixe. O lanço de quase 10 toneladas de peixe foi realizado na altura da Rua 4.000, na tarde da quarta-feira, 12.

Desde o dia 1º de janeiro até o dia 31 de março, o bagre está no período de defeso. A pesca do animal nesse período configura crime ambiental.

Vídeo da pesca foi divulgado até pelo prefeito da cidade, porém após a notícia do possível crime ambiental se espalhar, o vídeo foi apagado do Instagram.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

A Polícia Civil abriu uma investigação sobre o caso. Inicialmente a multa para peixarias compradoras do peixe é de R$ 4 milhões, porém se for comprovado que a espécie está na lista de animais ameaçados de extinção a multa pode aumentar.

Peixarias da cidade já estão sendo visitadas pela investigação.

Receba notícias de Balneário Camboriú e região pelo Telegram do Camboriú News

good news
especial publicitário

PUBLICIDADE

1 COMENTÁRIO

COMENTE

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

* Os comentários publicados são de absoluta responsabilidade de seus autores, e não devem ser entendidos como posicionamento do Camboriú News e seus editores.

camboriú shop