18.9 C
Balneário Camboriú

Nós Balneário Camboriú

Atendimento de haitianos no Ruth Cardoso será apresentado em Congresso Sul Brasileiro

Além da reflexão sobre as barreiras de comunicação existentes nos serviços de urgência e emergência, o HMRC busca ouvir as palavras e silêncios dos pacientes

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

good newshot

Hospital da Unimed Litoral conquistou a QMentum, sua primeira certificação internacional

A metodologia orienta e monitora padrões de alta performance em qualidade e segurança na área de saúde, utilizando critérios globais de validação

UniAvan oferece grátis fisioterapia para pacientes de redesignação sexual

Projeto Fisiotrans é pioneiro no país e busca atender transexuais no pré e pós-operatório
Siga-nos no Google News

As acadêmicas de enfermagem, Jeane Cristina Ramos de Campos e Thais Jéssica Ramos, da Universidade do Vale do Itajaí apresentarão na segunda edição do Congresso Sul Brasileiro de Emergência Adulto e Pediatria (SBMEDE), que começa nesta quinta-feira (05), o resumo do trabalho “As barreiras de comunicação no atendimento aos imigrantes em serviços de urgência e emergência”.

O trabalho aborda as experiências das acadêmicas no atendimento de imigrantes haitianos na unidade de urgência e emergência do Hospital Municipal Ruth Cardoso (HMRC). De janeiro a junho de 2019, o HMRC atendeu 45.280 pacientes não só de Balneário Camboriú, como também de outros municípios da região, deste total, uma quantidade considerável de haitianos foram atendidos.

Segundo as acadêmicas, existe uma barreira entre os profissionais de saúde e estes imigrantes que ocorre por conta do não compartilhamento da mesma linguagem. Na análise realizada pelas acadêmicas, a enfermagem tem um papel de destaque na comunicação não verbal com estes haitianos, por meio de sinais e movimentos corporais. Também foi observado que os atendimentos prestados aos imigrantes foram positivos em relação a barreira de linguagem.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Além da reflexão sobre as barreiras de comunicação existentes nos serviços de urgência e emergência, o HMRC busca ouvir as palavras e silêncios dos pacientes. “O hospital reconhece que humanizar é entregar-se de maneira sincera e leal aos usuários. E é um grande prazer ter a oportunidade de mostrar o papel do profissional enfermeiro da instituição na qual sou colaboradora”, afirma a acadêmica, Jeane Cristina Ramos de Campos.

PUBLICIDADE

eleições 2020

Propaganda eleitoral antecipada: editores de página são condenados

Cada um dos três administradores terá que pagar multa no valor de R$5 mil

Com covid, candidato a prefeito Ney Clivati (Novo) é internado na UTI

Entubado, equipe informou a suspensão das atividades da candidatura
PUBLICIDADE

NOTÍCIAS DE

Balneário Camboriú

SOCIAL PROOF

215,753CurtidasCurtir
49,000SeguidoresSiga
4,600SeguidoresSiga
236InscritosInscreva-se

COMENTE

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

PUBLICIDADE
Enviar mensagem
Envie sua notícia
Envie sua NOTÍCIA ou sua DENÚNCIA para a nossa equipe de jornalismo!