Nós Balneário Camboriú

18.9 C
Balneário Camboriú

Camboriú no combate ao abuso e exploração sexual infantojuvenil

No ano de 2018 até agosto de 2019 foram registrados 75 casos de abuso sexual infantil no município de Camboriú, sendo 57 meninas e 18 meninos

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

good news

Siga-nos no Google News

Os números mostram que a violência sexual contra criança e adolescente é um fato concreto e preocupante, por isso, em Santa Catarina o dia 24 de setembro foi instituído como o Dia Estadual de Mobilização contra o Abuso e a Exploração Sexual Infantojuvenil.

O município de Camboriú também aderiu à causa e dos dias 24 a 27 de setembro, diversas ações marcam a alusão à data. De acordo com Manoel Mafra, representante do Núcleo de Prevenção às Drogas, Combate a Pedofilia, Núcleo de Desaparecidos, o objetivo é fortalecer a rede, dando suporte com informações, visando assim evitar  que o abuso sexual continue tomando proporções alarmantes. “Nosso trabalho vem trazendo bons frutos, mas precisamos avançar ainda mais, pois quanto mais falarmos do tema e levarmos informações as criança e adolescentes, mais conseguiremos salvá-las e diminuir o sofrimento de quem possa estar sendo vítima do abuso neste momento”, ressaltou. 

Agressões, física ou verbal, também são caracterizadas como abuso e acontecem constantemente em muitos núcleos familiares em todo país. O Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) de Camboriú, por exemplo, atende em média cerca de 400 a 500 famílias mês, sendo que destes atendimentos 68% possuem em seu núcleo familiar algum membro envolvido com o uso de substâncias psicoativas, tráfico de drogas, violência doméstica, abuso sexual e diversas outras situações a que colocam a família em situação de risco e vulnerabilidade social.  No ano de 2018 até agosto de 2019 foram registrados 75 casos de abuso sexual infantil no município, sendo 57 meninas e 18 meninos.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

É importante que a comunidade se envolva com a causa e compreenda que a ação rápida pode aliviar e até mesmo livrar o sofrimento da criança, evitando assim danos irreparáveis e imensuráveis, tanto para criança, quanto para pessoas de seu convívio social. Suspeitas ou confirmação de maus tratos, incluindo o abuso sexual, devem ser levadas ao Conselho Tutelar, pelo número (47) 3365-5251 ou pelo dique denuncia 100.

Confira a programação: 

 Dia 24/09 – 14h – abertura da semana com entrega do certificado “Amigo da Criança” a entidades que atendem vítimas de abuso sexual, que trabalham na prevenção ou combate aos abusadores. Auditório da Prefeitura Municipal de Camboriú

14h30 – Roda de conversa sobre mitos e realidades do abuso sexual com funcionários que trabalham em entidades de atendimento a crianças e adolescentes e pública em geral.

Dia 25/09 – 8h – Palestra nas escolas de Campo Adolfo Ovídio Coppi, localizada no Rio do Meio, Escola de Campo Manoel Jason Pereira, Localidade do Braço.13h30 – Palestra no Jardim de Infância Padre Sérgio Maikot e em Escolas em áreas rurais de nosso município.

Dia 26/09 – 23h – Operação do Programa “Acolher e Encaminhas” em combate a exploração sexual.

Dia 27/09 – 13h – Encerramento com a entrega de seis mil panfletos para alunos. Fixação de 100 cartazes nas escolas da rede de educação estadual e municipal.

14h – Palestra com crianças e adolescentes de serviço de convivência e fortalecimento de vínculos. Local: Centro Municipal de Apoio à Família Adão da Rosa.Até sexta-feira, dia 27, acontece a exposição da artista plástica Miriam Arceno Rocha, com várias obras relacionadas ao abuso sexual e violência contra mulher. 

Receba notícias de Balneário Camboriú e região pelo Telegram do Camboriú News

PUBLICIDADE

COMENTE

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

* Os comentários publicados são de absoluta responsabilidade de seus autores, e não devem ser entendidos como posicionamento do Camboriú News e seus editores.

camboriú shop

Enviar mensagem
Envie sua notícia
Envie sua NOTÍCIA ou sua DENÚNCIA para a nossa equipe de jornalismo!