Nós Balneário Camboriú

18.9 C
Balneário Camboriú

Covid-19: feriado Municipal da Festa do Divino é suspenso em Camboriú

O feriado foi suspenso porque as festividades populares não poderão acontecer e para fortalecer o comércio que ficou fechado em virtude do Coronavírus

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Siga-nos no Google News

Prefeitura de Camboriú, em comum acordo com a Igreja Católica, por meio do Decreto n° 3.683/20, suspendeu o feriado denominado Oitava da Festa do Divino Espírito Santo, comemorado, neste ano, no dia 1° de junho. O feriado foi suspenso porque as festividades populares não poderão acontecer e para fortalecer o comércio que ficou fechado em virtude do Coronavírus.

LEIA TAMBÉM:
UTI e emergênci do Hospital Ruth Cardoso estão lotadas

O Espírito Santo é o padroeiro de Camboriú e da paróquia Divino Espírito Santo. A Festa do Divino é a mais antiga do município, comemorada há 154 anos com festejos, cortejos, procissões e celebrações. “Visto que não teremos os festejos populares sugerimos ao prefeito Elcio Rogério Kuhnen, suspender o feriado. Sem falar que o comércio já foi bastante prejudicados no período de quarentena, em que ficou paralisado”, destaca o padre Marcio Vignoli.  

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

“Excepcionalmente Neste ano não teremos os festejos populares. A nossa celebração vai se restringir a solenidade litúrgica de Pentecostes, ela acontece com a celebração das missa e novenas. Nos próximos dias Iremos rezar, diariamente, a novena de Pentecostes, seguindo as medidas restritivas por conta da pandemia. No domingo de pentecostes, dia 31 de maio, realizaremos celebrações eucarística durante todo o dia, explica o padre.

O prefeito, Elcio Rogério Kuhnen, assinou o decreto nesta sexta-feira, dia 22, que será publicado na segunda-feira, dia 25

Receba notícias de Balneário Camboriú e região pelo Telegram do Camboriú News

good news
especial publicitário

PUBLICIDADE

COMENTE

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

* Os comentários publicados são de absoluta responsabilidade de seus autores, e não devem ser entendidos como posicionamento do Camboriú News e seus editores.

camboriú shop