‘Golpe’, diz Piriquito ao ser trocado por Piruka na composição com o PSDB

Descartado da composição com PSDB, Piriquito disse ter sido surpreendido pela decisão anunciada durante a convenção

0
2117
Reprodução

O anúncio da chapa Auri e Piruka está rendendo polêmicas em Balneário Camboriú. Após o Solidariedade decidir pela chapa pura ao ser “traído” por Piruka, o ex-prefeito Edson Piriquito (MDB) se manifestou ao que chamou de “golpe”, por ter sido descartado da composição.

Em uma transmissão ao vivo no Facebook, que iniciou às 12h08 e durou cerca de 20 minutos, Piriquito exaltou seus 20 anos de vida pública e disse ter sido surpreendido pela decisão anunciada durante a convenção do PSDB.

+ Tudo sobre as Eleições 2020 em Balneário Camboriú

— Fomos surpreendidos ontem com esse (trecho inaudível)… equivocado, que eu acreditei que era possível uma união — disse, decepcionado. — Eu tentei agora nesse momento eleitoral fazer uma composição inusitada. Eu tentei fazer uma composição com alguém que foi meu adversário a vida inteira (Leonel Pavan). Eu olhei no olho dele e disse para ele: “eu quero te perdoar por tudo o que tu fez pra mim e pra minha família, […]. Eu te perdoo por tudo, em nome de responsabilidade pela cidade, em nome de construção de um grande projeto. E não em nome da vaidade, de projeto pessoal, mesquinho” — seguiu lamentando.

— Você pode ter certeza que o tempo me mostrou que eu tava errado, como muita gente falou que eu estava errado fazendo essa aproximação e tentando fazer essa construção. Infelizmente o tempo mostrou. Porque o tempo revela quem é quem. O tempo revelou, e deixou claro que você está num projeto individual, porque quer eleger sua filha (Juliana Pavan, pré-candidata a vereadora) e fez uma construção levando até uma pessoa que a gente gosta muito e admira muito (Auri Pavoni), mas foi para o projeto errado, infelizmente — lastimou Edson.

Piriquito ainda considerou Pavan ser do mesmo ninho político que o atual prefeito, Fabrício Oliveira, acusando o presidente de honra do PSDB de fazer “uma grande estratégia, criando uma grande confusão e fazendo um projeto pra que ele (Fabrício) permaneça”.

Após acusar os empresários da construção civil de gananciosos e dizer que querem um governo omisso, Piriquito disse que está “com mais vontade do que nunca (de voltar a governar Balneário Camboriú), diante desse golpe que foi aplicado ontem, dessa estratégica equivocada que eu lamento muito que nosso amigo querido (Auri) tenha caído nela”.

— E vou lhe dizer, senhor ex-prefeito. Eu continuo lhe perdoando. Siga o seu caminho que eu continuarei seguindo o meu. Você fez uma estratégia para eleger a sua filha, você pensou só no senhor, você induziu um grande amigo nosso ao erro, mas eu não vou deixar a cidade pagar o prejuízo que o senhor quer gerar de novo. Mostra a sua declaração de bens, como eu mostro a minha — seguiu acusando. — A raposa sempre será raposa — classificou.

O MDB apresentará o vice de Piriquito na noite desta quinta-feira (17).

COMENTE

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui