Nós Balneário Camboriú

18.9 C
Balneário Camboriú

Governo do Estado esclarece gasto milionário com publicidade sem licitação

Campanha publicitária feita em caráter emergencial, com dispensa de licitação, custará R$ 2,5 milhões

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

good news

Siga-nos no Google News

Neste sábado (28), o governo do Estado de Santa Catarina emitiu uma nota de esclarecimento para justificar o gasto de R$ 2,5 milhões com publicidade que defende o confinamento dos catarinenses.

A nota explica que a campanha “Fique em Casa”, feita em caráter emergencial, com dispensa de licitação, possui a “nobre missão e a responsabilidade de salvar vidas”, tratando-se de um tema extremamente sensível e urgente.

Confira a nota na íntegra:

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Alinhado à política de austeridade, o Governo do Estado informa que não realizou investimentos do orçamento disponível e aprovado em lei para publicidade e propaganda durante todo o ano de 2019 e nos primeiros dois meses de 2020. Uma licitação está em andamento no Estado para a seleção de agências a fim de melhor informar a sociedade a respeito de serviços públicos e prestar contas ao cidadão dos atos do Governo, atendendo a uma exigência constitucional.

A pandemia de Coronavírus antecipou a necessidade de comunicação direta e em massa com a população no intuito de informar as medidas tomadas e as políticas públicas para contenção e tratamento da doença em território catarinense, com a nobre missão e a responsabilidade de salvar vidas. Conforme parecer da PGE, trata-se de tema extremamente sensível e urgente, que não pode aguardar o regular rito processual diante da obrigação de proteção da coletividade e enfrentamento da emergência de saúde pública.

Amparado pelo art. 24, IV, da Lei Federal n. 8.666/93, foi feita a dispensa de licitação para contratação de agências de publicidade em caráter emergencial, com o apoio irrestrito dos veículos de imprensa que estão divulgando até 50% do seu conteúdo de forma espontânea e gratuita.

Participaram desta seleção as empresas de Santa Catarina que já concorrem no processo licitatório do Governo do Estado, especificamente no lote da Saúde. O critério utilizado para contratação é o de menor remuneração, de forma que as agências vencedoras zeraram o custo de honorários e o comissionamento de mídia. Ressalta-se ainda que os contratos têm um valor limite, ou seja, não podem ultrapassar o teto estipulado, mas podem ser inferiores ao projetado.

A campanha segue, rigorosamente, todas as exigências jurídicas, éticas e morais em vigor, num momento em que o Governo, aliado à sociedade catarinense, trabalha, incansavelmente, para preservar a saúde e a vida dos catarinenses.

Governo do Estado de Santa Catarina

Receba notícias de Balneário Camboriú e região pelo Telegram do Camboriú News

PUBLICIDADE

3 COMENTÁRIOS

  1. Todo mundo ja estava em casa quando esse inutil gasta milhoes pra dizer o q todo mundo ja sabia, ai vc vai dar q tipo de valor para sabedoria de um cara desses, político é tudo igual todos sao morcegos, so q em vez de sangue eles querem dinheiro ou melhor eles quer o dinheiro e o sangue do povo. Igual aquele outro inutil q comprou dezenas de fiat toro pra tranportar meia duzia de folgados da educação, mesma estratégia o das fiat toro encheu o bolso em troca da compra esse ai encheu o bolso da mesma maneira.

  2. Mesmo sem conhecê-lo, bem como a maioria expressiva dos eleitores catarinenses, votei no senhor acreditando em uma nova forma de administrar, principalmente de maneira transparente. Desculpe -me, pois fui enganado. A sua desculpa para torrar todo esse dinheiro o iguala a tantos outros que comandaram o Estado. Que feio! E vou cobrar da nossa deputada Paulinha esse seu posicionamento.

COMENTE

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

* Os comentários publicados são de absoluta responsabilidade de seus autores, e não devem ser entendidos como posicionamento do Camboriú News e seus editores.

camboriú shop

Enviar mensagem
Envie sua notícia
Envie sua NOTÍCIA ou sua DENÚNCIA para a nossa equipe de jornalismo!