Homem morto pela PM não era vítima e nem autor de roubo de celular

O comandante da Polícia Militar relatou que o ladrão do celular ainda não foi encontrado pela PM

0
6774
Divulgação

Na noite desta quinta-feira, 19, uma ocorrência na Rua Corupá, no bairro dos Municípios, terminou com um homem morto pela Polícia Militar. Nil Ferreira, de 24 anos, natural de Pernambuco, estava armado e foi morto ao invadir uma casa, segundo a versão da PM.

+ Mulher vítima de violência doméstica aborda GM e pede socorro

O caso estaria ligado com um roubo de celular, ocorrido na Rua 2950. Segundo informações divulgadas por parentes, Nil seria a vítima do roubo. Porém, o Comandante do 12º BPM, Ten. Cel. Daniel Nunes, alegou que o Pernambucano não era nem vítima, nem autor do assalto, e não estaria envolvido com a ocorrência do roubo.

O comandante relatou para a imprensa que Nil Ferreira e o assaltante eram parecidos e possuíam as características informadas pela vítima do roubo. Quando a PM chegou, Nil fugiu para dentro de uma casa que não era dele.

Segundo o relato da PM, Nil estava de posse de uma arma de fogo em um coldre em sua cintura, e teria desobedecido a ordem de colocar as mãos na cabeça, sendo neutralizado pela guarnição após sacar a arma.

“Vale destacar que no local havia testemunhas que presenciaram e confirmaram a versão dos Policiais Militares, informando ainda que o masculino não morava no local invadido e que a guarnição da PM verbalizou para que o mesmo largasse a arma”, informou a corporação.

“Não encontramos ainda o ladrão do celular. Este homem invadiu a residência e, na hora da abordagem, não obedeceu aos comandos dos policiais”, explicou o Comandante Daniel ao jornal Página 3.

Todos os órgãos competentes foram acionados para realização dos procedimentos relacionados ao fato, e todos os materiais necessários para elucidação dos fatos foi colhido pelo IGP.

O Comando do 12° BPM determinou a Instauração de Inquérito Policial Militar como dever de Ofício com o objetivo de aprofundar e materializar os fatos narrados.

COMENTE

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui