Nós Balneário Camboriú

18.9 C
Balneário Camboriú

Hospital do Coração de Balneário Camboriú é vendido por 65 milhões

O Hospital do Coração foi vendido por 65,7 milhões o grupo paulista Notre Dame Intermédica

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Siga-nos no Google News

O Hospital do Coração de Balneário Camboriú (HCORBC) foi vendido por 65,7 milhões para empresa de saúde Notre Dame Intermédica. Nesta quarta-feira (20), o grupo paulista anunciou a compra por meio da Clinipam – Clínica Paranaense de Assistência Médica, subsidiária integral da Companhia.

LEIA TAMBÉM:
Laboratório de testagem de BC realizou 489 coletas em 1 semana de funcionamento

A Notre Dame adquiriu 99% das quotas do Hospital do Coração, o pagamento foi feito á vista, descontados o endividamento líquido e uma parcela retida para contingências.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Em 2019, o Hospital do Coração apresentou um faturamento líquido de R$ 42,5 milhões. 

O HCORBC opera uma estrutura de alta complexidade com 58 leitos, sendo 10 de UTI, duas salas cirúrgicas e 8 consultórios de pronto socorro, além de uma unidade de hemodinâmica, ala oncológica e laboratório de análises clínicas. O preço de aquisição foi de R$ 65,7 milhões, incluindo o imóvel, equivalente a aproximadamente R$ 1,1 milhão por leito.

O plano de integração prevê sinergias operacionais e administrativas com as operações da Clinipam na região litorânea do Vale do Itajaí, que já conta com um centro clínico e mais de 12 mil vidas na área de influência do Hospital do Coração.

No início do mês, executivos da Notre Dame Intermédica afirmaram que a companhia está vendo espaço para acelerar atividade de fusões e aquisições, se aproveitando de preços de ativos como hospitais privados menores diante da pandemia de covid-19.

Receba notícias de Balneário Camboriú e região pelo Telegram do Camboriú News

good news
especial publicitário

PUBLICIDADE

COMENTE

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

* Os comentários publicados são de absoluta responsabilidade de seus autores, e não devem ser entendidos como posicionamento do Camboriú News e seus editores.

camboriú shop