Nós Balneário Camboriú

18.9 C
Balneário Camboriú

Justiça ordena prefeitura de BC conceder reposição salarial aos profissionais da educação

Prefeitura disse na defesa da ação judicial que profissionais da educação não tinham direito ao reajuste

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Siga-nos no Google News

Em despacho judicial, a juíza Adriana Lisboa, da Vara da Fazenda Pública de Balneário Camboriú, atendeu ao pedido formulado pelo Sindicato dos Servidores Municipais
de Balneário Camboriú (SISEMBC) em ação judicial protocolada em 19/7, determinando ao Município que seja concedido a reposição salarial aos profissionais da educação no índice de 4,31% + 1%, referente a Lei Complementar 12/15, retroativo à 1° de Janeiro de 2021.

Mãe ganha bebê dentro de vaso sanitário e relata violência obstétrica no Ruth Cardoso

Na decisão judicial, a magistrada acolheu a tese apresentada pelo SISEMBC de que a reposição geral anual é um direito constitucional dos professores, pois ela é geral e indistinta (inciso X, art. 37 da Constituição Federal) – para todos os servidores – não podendo a lei municipal ter excluído os professores da reposição geral anual, veja:

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

A decisão também determinou ao Município que promova o cumprimento ao contido no artigo 84, da Lei Complementar Municipal 12/2015, na mesma época em que a progressão foi concedida nos anos anteriores, observando a regra anual prevista no art. 37, inciso X, da CF/88.

Prefeitura disse na defesa da ação judicial que profissionais da educação não tinham direito ao reajuste

A Prefeitura, através do Jurídico do Município, respondeu ao Poder Judiciário que os profissionais da educação não tinham direito à reposição geral anual de 4,31% e negou esse direito aos profissionais da educação por 8 meses.

Porém, o SISEMBC sempre acreditou na Justiça, pois não pode haver tratamento diferenciado entre os servidores do Município, já que a reposição da inflação é de natureza geral e indistinta (inciso X do artigo. 37 da CF).

A partir da decisão judicial a categoria deve se manter mobilizada, pois o Município pode recorrer da decisão.

Receba notícias de Balneário Camboriú e região pelo Telegram do Camboriú News

good news
especial publicitário

PUBLICIDADE

1 COMENTÁRIO

COMENTE

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

* Os comentários publicados são de absoluta responsabilidade de seus autores, e não devem ser entendidos como posicionamento do Camboriú News e seus editores.

camboriú shop