18.9 C
Balneário Camboriú

Nós Balneário Camboriú

Mãe que matou filha com facada no peito vai a julgamento em BC

A mulher responderá por homicídio doloso qualificado por motivo fútil, com intenção de matar

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

good newshot

UniSociesc está com Plantão on-line de Condições Especiais

Siga construindo seu futuro estudando em uma das melhores instituições de ensino do Sul do País

Unimed será patrocinadora da roda gigante de Balneário Camboriú

Mensagens publicitárias da Unimed serão veiculadas nos monitores de vídeo instalados nas 36 cabines da roda gigante e nos painéis do empreendimento
Siga-nos no Google News

A mãe que matou a filha com uma facada no peito em Balneário Camboriú, vai a juri nos próximo dias. O caso aconteceu no dia 5 de setembro de 2019, na rua 1201 no centro da cidade.

Adriana de Oliveira, que na época tinha 31 anos, esfaqueou a filha Jheimili Yara da Silva, de 13 anos, por ela se envolver com o namorado da mãe, um vendedor ambulante de 32 anos de idade. A adolescente morreu uma semana depois, no dia 12 de setembro de 2019.

Após o ocorrido, Adriana foi e encaminhada para delegacia. A mãe deu versões conflitantes para a Guarda Municipal e para a Polícia Civil. Para a guarda, ela disse que que queria acertar o homem, e que acertou a filha sem querer porque ela havia se jogado na frente para defendê-lo. Já à polícia, disse que não tinha intenção de atingir ninguém, e apenas desferiu golpes no ar por nervosismo. Um dia após o crime ela foi solta na audiência de custódia, pois o juiz entendeu que a jovem havia sido esfaqueada por um erro de execução.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

A prisão da mãe foi decretada após o delegado receber laudos periciais, vídeos e ouvir testemunhas. No início de outubro de 2019, ela foi encontrada em um abrigo em Jaraguá do Sul e foi levada para a Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso da cidade. Adriana fugiu da delegacia e acabou sendo recapturada.

Hoje a autora do crime aguarda julgamento no presídio feminino do Complexo Penitenciário do Vale do Itajaí, na Canhanduba. O julgamento acontecerá no próximo dia 24, pelo Tribunal do Juri da Comarca de Balneário Camboriú. Adriana responderá por homicídio doloso qualificado por motivo fútil, com intenção de matar.

PUBLICIDADE

Balneário Camboriú registra nove novos casos de Covid-19 neste sábado, 26

Dentre os casos, 6.224 pacientes já estão recuperados, representando uma taxa de recuperação de 97%

Covid-19: sábado, 26, com 3 novos casos em Camboriú

Confira o boletim epidemiológico de Camboriú deste sábado, 26 de setembro
PUBLICIDADE

NOTÍCIAS DE

Balneário Camboriú

SOCIAL PROOF

213,269FansLike
36,955FollowersFollow
185SubscribersSubscribe

COMENTE

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

PUBLICIDADE
Enviar mensagem
Envie sua notícia
Envie sua NOTÍCIA ou sua DENÚNCIA para a nossa equipe de jornalismo!