Obra do Emissário: confira as alterações no trânsito

A obra do Emissário Pressurizado de Esgoto Bruto segue o cronograma em três frentes de trabalho durante esta semana

0
92
Crédito: Renata Furlanetto

A obra do Emissário Pressurizado de Esgoto Bruto, uma das ações do pacote de medidas para auxiliar na revitalização do Rio Marambaia, segue o cronograma em três frentes de trabalho durante esta semana: Avenida Atlântica, Rua 3700 e Praça Almirante Tamandaré.

Na Avenida Atlântica, a obra está no trecho da Rua 2000 até a 1700, com escavação, rebaixamento de lençol freático e posterior assentamento da tubulação. O trânsito está em meia pista, com sinalização para orientar os motoristas. Já na Praça Almirante Tamandaré, por onde também passará a rede, iniciou o corte do concreto.

A interligação do emissário com a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) avança na Rua 3700. A obra acontece por trechos e nesta quarta-feira (30), iniciou a execução da Avenida Brasil até a Marginal Oeste. Com isso, no local o trânsito também sofre alterações: para acessar a Rua 3700 sentido Avenida Gastronômica (Marginal) – está em meia pista. Já para quem acessar da 5ª Avenida ou Camboriú, o trânsito está interrompido – deverá dobrar à esquerda na Marginal Oeste e entrar na Rua 3300 para acessar as Avenidas Brasil e Atlântica e o Centro da cidade.

O trecho da Avenida Atlântica até a Brasil já foi concluído, com pavimentação provisória em lajotas. “Por ser uma via principal e movimentada, a execução na intersecção entre a Rua 3700 e Brasil foi realizada na noite de ontem, para causar menor transtorno no trânsito. Lembramos que é uma obra complexa e por isso é necessário a compreensão e paciência de todos, visto a importância da obra para o saneamento da cidade e iremos concluir até o início da temporada”, reforça o diretor-geral da Emasa, Douglas Costa Beber.

Sobre o Emissário

O Emissário Pressurizado de Esgoto Bruto é uma das ações realizadas pela Empresa Municipal de Água e Saneamento (Emasa), do pacote de medidas que irá contribuir com a revitalização do Rio Marambaia. Compreende 4.748m de extensão, sendo construído da Rua 2001 (Barra Norte), com duas interligações entre as elevatórias da Rua 2001 e da Avenida Alvin Bauer, e outra interligação até a Estação de Recalque da Rua 3700 (Barra Sul – embaixo da ponte do Rio Camboriú), levando toda a contribuição para a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), do Nova Esperança.

A empresa executora da obra para implantação do Emissário Pressurizado de Esgoto Bruto, é a SK Tecnologia Subaquática – EIRELI. O prazo de execução são 120 dias e o valor licitado da obra é R$ 1.525.673,04. A licitação dos materiais ocorreu separada, com custo de R$ 3.248.789,24. O valor total ficou em R$ 4.774.462,28.

COMENTE

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui