Nós Balneário Camboriú

18.9 C
Balneário Camboriú

Projeto Histórias a Bordo completa três anos

O trabalho voltado à contação de histórias ao longo dos anos rendeu ao coordenador do projeto, Fábio Aurélio Castilho, o Prêmio Baobá, em São Paulo, neste ano

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

good news

Siga-nos no Google News

Nesta sexta-feira, 27.set.2019, o Projeto Histórias a Bordo, desenvolvido pela Secretaria de Educação através do CEAC Projeto Oficinas, completa três anos de existência. A iniciativa percorre as unidades escolares da Rede Municipal de Ensino com um cenário itinerante, dentro de um ônibus reformado especialmente para o projeto.

No total, foram 1.390 contações de histórias feitas dentro do ônibus, atingindo um público de 34.700 crianças, professores e demais participantes. Em cada ano, um tema diferente é estipulado para fazer parte do repertório das histórias. Neste ano, o tema escolhido foi “Contos africanos, lendas indígenas e fábulas”. No interior do veículo, as crianças têm acesso a vários tipos de livros e ouvem contações de histórias

O trabalho voltado à contação de histórias ao longo dos anos rendeu ao coordenador do projeto, Fábio Aurélio Castilho, o Prêmio Baobá, em São Paulo, neste ano. A premiação é dedicada às pessoas que trabalham em prol do fomento à leitura. “O Histórias a Bordo é um verdadeiro presente para as crianças que, ao entrarem no ônibus, têm a oportunidade de viajar pelo mundo da literatura e da contação de histórias, levando para elas um momento muito especial”, diz Fábio. 

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Além da ida em escolas, o projeto também é apresentado em outras instituições e participa de eventos como o Festival de Contadores de Histórias de Balneário Camboriú (Feconthi).

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

NOTÍCIAS DE

Balneário Camboriú

SIGA NAS REDES

228,868CurtidasCurtir
58,600SeguidoresSiga
8,953SeguidoresSiga
269InscritosInscreva-se

COMENTE

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

PUBLICIDADE
Enviar mensagem
Envie sua notícia
Envie sua NOTÍCIA ou sua DENÚNCIA para a nossa equipe de jornalismo!