Nós Balneário Camboriú

18.9 C
Balneário Camboriú

Saúde de Camboriú está pronta para iniciar a vacinação do Covid-19

A aplicação acontecerá conforme a prioridade do Plano Nacional de Vacinação para o Covid-19 do Ministério da Saúde

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

good news

Siga-nos no Google News

No início da tarde desta segunda-feira (18), a Secretaria de Saúde reuniu os profissionais que fazem parte da equipe responsável pela vacinação do Covid-19 para organizar a logística de distribuição das doses. A aplicação acontecerá conforme a prioridade do Plano Nacional de Vacinação para o Covid-19 do Ministério da Saúde, que ocorrerá em quatro etapas, obedecendo aos critérios logísticos de recebimento e distribuição das doses. As datas de aplicação serão divulgadas conforme distribuição das vacinas.

+ Homem de 56 anos é a 79ª morte por coronavírus de Camboriú

“Desde novembro de 2020 estamos nos preparando este momento, compramos os equipamentos e insumos necessários para a administração da vacina, como também realizamos a contratação de mais profissionais para as salas de vacinação. Agora, estamos prontos e aguardando apenas as orientações da Secretaria de Saúde do Estado, para que assim possamos iniciar a aplicação das doses”, destaca a secretária de Saúde Elisama de Freitas.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Segundo a coordenadora do Departamento de Vigilância Epidemiológica, enfermeira Riciela Kolv, as primeiras doses serão destinadas aos profissionais que atuam na linha de frente da saúde. “Assim que chegarem, as primeiras doses serão disponibilizadas para os profissionais que atuam diretamente no Centro de internação do Covid-19 no Hospital Cirúrgico Camboriú (HCC) e logo após será priorizado todos os profissionais que atuam na linha de frente da saúde. Cada etapa será respeitada, de acordo com as diretrizes já estabelecidas pela equipe técnica do Ministério da Saúde, priorizando os grupos e considerando as orientações”, pontua a coordenadora.

*A aplicação das vacinas ocorrerá em fases, conforme estabelecido pela coordenação nacional do Ministério da Saúde*

– Primeira fase: Trabalhadores da saúde; população idosa a partir dos 75 anos de idade; pessoas com 60 anos de idade ou mais que vivem em instituições de longa permanência (como asilos e instituições psiquiátricas) e população indígena.

– Segunda fase: Pessoas de 60 a 74 anos de idade.

– Terceira fase: Pessoas com comorbidades, que apresentam maior chance para agravamento da doença (pessoas com doenças crônicas, cardiovasculares, entre outras).

– Quarta fase: Professores; profissionais que atuam nas forças de segurança e salvamento e funcionários do sistema prisional.

Receba notícias de Balneário Camboriú e região pelo Telegram do Camboriú News

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

COMENTE

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

O conteúdo dos comentários publicados é de absoluta responsabilidade de seus autores, jamais representando a posição oficial dos editores do Camboriú News, nem do próprio.

PUBLICIDADE
Enviar mensagem
Envie sua notícia
Envie sua NOTÍCIA ou sua DENÚNCIA para a nossa equipe de jornalismo!