Nós Balneário Camboriú

18.9 C
Balneário Camboriú

Sem licitação, Governador gastará R$ 2,5 milhões com a campanha ‘Fique em Casa’

Campanha publicitária realizada sem licitação defende o confinamento dos catarinenses

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

good news

Siga-nos no Google News

A campanha publicitária para defender o confinamento dos catarinenses, com o slogan “Fique em Casa”, custará R$ 2,5 milhões aos cofres públicos de Santa Catarina.

Com o orçamento de R$ 2 milhões, a mídia convencional (rádio, televisão e jornais) ficará aos cuidados da One WG Multicomunicação Ltda., enquanto o orçamento restante, de meio milhão de reais, ficará sob responsabilidade da FLB Publicidade e Propaganda Ltda, para aplicar na mídia digital.

Uma das peças que está sendo veiculada pela mídia digital.

A contração, classificada em caráter emergencial e, por esta razão, realizada sem licitação, foi assinada por Douglas Borba e Matheus Hoffmann Machado, Chefe e Subchefe da Casa Civil, respectivamente.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Essa iniciativa é somente para a campanha do coronavírus. A licitação para as demais demandas de comunicação do Governo do Estado ainda está em processamento, no momento em prazo recursal.

Receba notícias de Balneário Camboriú e região pelo Telegram do Camboriú News

PUBLICIDADE

3 COMENTÁRIOS

  1. Como as pessoas estão despreparadas. O isolamento social, na falta de vacinas e remedios, é a única arma no combate ao Covid 19. A divulgação através da mídia é importante. Ha necessidade de conscientização. Na Itália, que demorou alguns dias a adotar esta medida, enterra em um só dia mais de 800 mortos. O mesmo acontece na Espanha. É necessário sim, uma campanha constante de conscientização e alerta. O Brasileiro esquece e relaxa, essa é sua cecidir o vencedor? ultura. Fazer licitação para algo emergecial e necessário. Meses para decidir a Empresa vencedora. Ai já é tarde. Parem de transformar em politicagem o que é sério. Rodicula a carreata realizada em Balneário Camboriu pela elite Empresarial. Antes esses grandes Empresarios, principalmente da Construção Civil, estivessem contribuindo com ações e recursos financeiros em prol do menos favorecidos, estes sim, precisando de ahjida. Que parem para pensar e reflitam sobre as mudanças que serão impostas na sociedade e principalmente na forma de conduzir seus negócios. Usem este tempo para buscar alternativas. No momento o apoio à sociedade científica é muito importante.

  2. Toda a midia é concessão pública.

    Num momento destes as midias de divulgação deveriam na boa ou com uso da lei fazer a divulgação das peças informativas de forma gratuita e massiva.
    No mínimo esta é a parte da contribuição que as mídia DEVEM dar a sociedade neste momento sanitário mais mundial.
    Ridículo/desumano qualquer cobrança monetária nesta hora.

  3. Somente Italia e Espanha são as referencias adotadas para comparar e projetar a expansão do vírus no Brasil, porém o Brasil é muito diferente de Italia e Espanha tanto na sua faixa etária quanto densidade demografica. Tomar estes dois paises para comparar com Brasil me parece má fé. Tem que combater o virus com seriedade, claro que sim, mas com base em um minimo de razoabilidade. vejam os gráficos comparativos do ministério da saúde. Parem com a histeria, usem a inteligencia e sigam as orientaçoes do ministério da saúde

COMENTE

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

* Os comentários publicados são de absoluta responsabilidade de seus autores, e não devem ser entendidos como posicionamento do Camboriú News e seus editores.

camboriú shop

Enviar mensagem
Envie sua notícia
Envie sua NOTÍCIA ou sua DENÚNCIA para a nossa equipe de jornalismo!