Nós Balneário Camboriú

18.9 C
Balneário Camboriú

Deficiente auditivo que estava desaparecido é encontrado morto na Praia Brava

Pernambucano desapareceu após sair de casa de bicicleta na última quinta-feira, por volta das 14h

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Siga-nos no Google News

No início da tarde desta terça-feira (5), por volta do meio dia, a Polícia Militar foi acionada para uma ocorrência a princípio de encontro de cadáver, na avenida Doutor José Medeiros Vieira, próximo ao Farol, na Praia Brava em Itajaí.

Os policiais militares encontraram uma mulher de 49 anos que relatou que seu companheiro estava pescando marisco e visualizou um cadáver na costa da praia, no local denominado Canto do Morcego. O companheiro da mulher aguardava a guarnição próximo ao local onde estava o cadáver, que é de difícil acesso.

Com isso, uma equipe dos bombeiros militares foi acionada para verificar a veracidade da informação através do uso de drone e de Jet Ski. Na sequencia, foi possível confirmar e foi feita a extração do cadáver da água, e logo em seguida foi acionada a Polícia Civil e o IGP.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Segundo o relato dos bombeiros que retiraram o corpo da água, o cadáver encontrava-se boiando e ao virá-lo constataram que ele estava amarrado a uma pedra pelas genitais e tinha um corte na cabeça, indicando morte violenta e a prática do crime de homicídio.

A vítima até então não identificada tinha cerca de 1,80 metro, 80 kg, cor parda, barba e uma tatuagem de uma bicicleta no antebraço esquerdo. Ele estava completamente sem roupas, logo não foi possível localizar nenhum documento que o identificasse.

Horas depois ao final da tarde foi possível identificá-lo como José Edilson da Silva, de 29 anos, natural de Brejão, Estado de Pernambuco. Parentes da vítima foram acionados e compareceram até o IGP, onde reconheceram o corpo.

O homem possuía um registro de desaparecimento em 01/07/2022, onde seu pai relatou que ele saiu na tarde da última quinta-feira, dia 30/06/2022, e não retornou mais. Ele seria surdo e costumava fazer academia ao ar livre ao lado da roda gigante, não tinha amigos e a família, que veio há pouco tempo de Pernambuco, não tem parentes na cidade e nem possuem conhecidos na região.

Após colher as informações, a guarnição lavrou o boletim e finalizou a ocorrência.

Receba notícias de Balneário Camboriú e região pelo Telegram do Camboriú News

good news
especial publicitário

PUBLICIDADE

1 COMENTÁRIO

  1. Favor corrigir o termo surdo-mudo…. Ele não existe na comunidade e na cultura surda, da mesma forma que é ofensivo… O termo correto é surdo, somente.

COMENTE

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

* Os comentários publicados são de absoluta responsabilidade de seus autores, e não devem ser entendidos como posicionamento do Camboriú News e seus editores.

camboriú shop