18.9 C
Balneário Camboriú

Nós Balneário Camboriú

AMFRI discute sobre uso de aplicativos de transporte na região

Um modelo de legislação foi apresentado aos prefeitos e, também, para representantes de motoristas da região, que participaram da assembleia

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

good newshot

Siga-nos no Google News

Presidente da Associação dos Municípios da Foz do Rio Itajaí (AMFRI), Fabrício Oliveira, apresentou proposta de regulamentação única que tenha validade nas cidades da região e as posicione diante das empresas operadoras de aplicativos de transporte. Um modelo de legislação foi apresentado aos prefeitos e, também, para representantes de motoristas da região, que participaram da assembleia.

Os prefeitos presentes aprovaram a iniciativa e irão internalizar a proposta nos seus aspectos técnicos e jurídicos para uma próxima reunião que deve ocorrer já na semana que vem. “Apresentei aos prefeitos uma proposta que foi construída com o setor, que tem como objetivos principais a garantia de emprego e renda para os motoristas de aplicativo da nossa região e o bom atendimento e a segurança aos usuários”, explicou Fabrício Oliveira.

Também presente na reunião o secretário de Segurança de Balneário Camboriú, David Queiroz, que explanou sobre alguns detalhes da legislação proposta.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

“Existe hoje na região cerca de 5 mil motoristas de aplicativos que vivem desta atividade. A regulamentação é necessária não só para os motoristas, mas para os próprios usuários que vão ter a segurança de utilizar o serviço de um motorista devidamente cadastrado, regularizado e que é aqui da nossa região. Então este é um avanço importante”, comentou Maria do Carmo Bauer, uma das motoristas presentes na reunião.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

NOTÍCIAS DE

Balneário Camboriú

SOCIAL PROOF

228,843CurtidasCurtir
49,700SeguidoresSiga
4,700SeguidoresSiga
236InscritosInscreva-se

COMENTE

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

PUBLICIDADE
Enviar mensagem
Envie sua notícia
Envie sua NOTÍCIA ou sua DENÚNCIA para a nossa equipe de jornalismo!