Nós Balneário Camboriú

18.9 C
Balneário Camboriú

Autoridades unem esforços em prol do Rio Camboriú

Encontro definiu comissão para acompanhar obra na Estação de Tratamento de Esgoto

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Siga-nos no Google News

O prefeito de Balneário Camboriú, Fabrício Oliveira, conduziu na manhã desta terça-feira (28), reunião na Prefeitura que selou a união de esforços em prol do Rio Camboriú – que inclui ações para a despoluição e situação hídrica do curso d’água – que é responsável pelo abastecimento das cidades de Balneário Camboriú e Camboriú. No encontro, que reuniu ainda, representantes da Empresa Municipal de Água e Saneamento (Emasa); Secretarias do Meio Ambiente e Articulação; vereadores e entidades de classe; ficou acordado que será formada uma comissão para acompanhar a obra de melhoria e modernização na Estação de Tratamento de Esgoto (ETE).

“Nosso compromisso, o compromisso do nosso governo, com o meio ambiente promoveu grandes e importantes investimentos em saneamento, limpeza e dragagem de rios e cursos d’água, fiscalização de ligações irregulares e demais ações e obras que revitalizassem o pulmão econômico de Balneário Camboriú. A modernização da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) do Nova Esperança é mais uma importante obra, e estamos empenhando todos os esforços para resolver o mais rapidamente possível o problema que ocorreu na lagoa de aeração da estação”, pontuou o prefeito Fabrício Oliveira.

Respondendo aos questionamentos sobre a situação da Estação de Tratamento de Esgoto, o diretor geral da Emasa, Douglas Costa Beber, colocou que, mesmo sendo executada de acordo com o que estava previsto no projeto, a obra para substituição de mantas e geomembranas na lagoa de aeração apresentou a formação de bolhas. “Realizamos uma reunião no Ministério Público, com a presença dos órgãos envolvidos, e foi acordado por meio de um Termo de Ajuste de Conduta (TAC), optando pela não continuidade da obra e construção de um novo tanque de aeração, porém de concreto armado, já parte da ampliação e modernização da ETE”, explanou o diretor, destacando que dentre os compromissos firmados, a EMASA contratou o projeto executivo da unidade, que se encontra na fase de elaboração.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Como há uma preocupação eminente diante do problema e os prazos do TAC, o prefeito determinou todos os esforços para conclusão do projeto e início da obra. “Como temos o TAC, conseguimos fazer a contratação emergencial, o que irá acelerar o processo e antecipar os prazos estabelecidos no acordo. É nossa responsabilidade resolver esse problema que afeta toda a cidade, o mais breve possível”, se comprometeu o prefeito Fabrício. De acordo com o TAC, a entrega do projeto seria para agosto de 2023 e início da obra em setembro. A previsão, é conseguir antecipar esse prazo para maio deste ano. Já o restante do cronograma, será definido após a conclusão do projeto.

Durante o encontro, o prefeito Fabrício explanou ainda a preocupação e a responsabilidade em que o Governo Municipal trata o tema meio ambiente desde o início, incluindo a questão do saneamento – Balneário Camboriú é a cidade mais saneada do Estado e está entre as cerca de 100 cidades brasileiras rumo a atingir a universalização do saneamento ainda em 2023. E todas as ações para a despoluição de rios e praias: mais de 85 mil vistorias do Programa Se Liga na Rede, com lacres em ligações irregulares, e legislações sanitárias mais rígidas. Além dos investimentos em um novo emissário pressurizado de esgoto bruto construído na Avenida Atlântica com quase 5 km de extensão, projetado para os próximos 30 anos; recuperação e dragagem de rios e cursos d’água; uma mega obra de proteção costeira na Praia Central; além da cidade ser referência em coleta e destinação de resíduos sólidos.

Ao fim da reunião, o Químico da Emasa, servidor Caio Cardinali Rebouças, destacou que a ETE está operando com sistema alternativo de tratamento desde o início da obra. Ou seja, ocorre o tratamento de todo o esgoto que recebe, porém, o processo apresenta eficiência reduzida em torno de 50%, conforme consta na licença ambiental emitida pelo IMA. Nesse período, os operadores tem conseguido atender esse percentual de eficiência, e no período da temporada de verão, oscilando um pouco, mas chegando até em 80% (com relação a DBO5, principal parâmetro).

Receba notícias de Balneário Camboriú e região pelo Telegram do Camboriú News

good news
especial publicitário

PUBLICIDADE

1 COMENTÁRIO

COMENTE

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

* Os comentários publicados são de absoluta responsabilidade de seus autores, e não devem ser entendidos como posicionamento do Camboriú News e seus editores.

camboriú shop