Nós Balneário Camboriú

18.9 C
Balneário Camboriú

Banho de mar é recomendável em Balneário Camboriú?

Fezes encontradas na beira do mar, alteração na cor da água pós chuva e divergência de relatórios geram dúvidas sobre a qualidade da água do mar

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Siga-nos no Google News

A Praia Central de Balneário Camboriú ganhou grande notoriedade no cenário nacional após a obra de alargamento. E como já era de se esperar, a praia que virou pauta pela mega obra de alargamento, agora, frequentemente vira notícia, principalmente quando a pauta é a balneabilidade negativa da praia alargada.

Em dezembro com as fortes chuvas que assolaram a região, Balneário Camboriú virou pauta nacional, sendo capa do jornal A Folha de São Paulo, com a manchete: “A praia de Balneário Camboriú está imprópria para banho; prefeitura culpa a chuva e não esgoto”. Grandes perfis no Instagram também abordaram o assunto, como por exemplo o perfil @alfinetei que conta com 22,2 milhões de seguidores, que compartilhou uma imagem que dizia: “Vocês pagariam um apartamento por 3 milhões de frente para a beira mar duma praia imprópria para banho e que alaga?”.

Cor da água pós chuvas e alagamentos

Turistas e moradores também gravaram cenas da praia pós chuva. Em um dos vídeos publicado no Instagram do Camboriú News, que bateu 1 milhão de views, a moradora gravou a praia Central no dia 26 de dezembro, data em que a região sofreu com alagamentos durante a madrugada. O vídeo mostra a água do mar amarelada, justamente por conta dos alagamentos.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Nesse caso o próprio Instituto do Meio Ambiente do Estado de Santa Catarina (IMA), não recomenda banhos de mar nas 24 horas após grandes volumes de chuvas. Dias depois a água voltou a coloração normal, como esperado. Confira o vídeo gravado no dia 29 de dezembro:

Relatórios de Balneabilidade

Um assunto que vem causando polêmica é a divergência nos resultados de balneabilidade da Praia Central. Atualmente existe dois relatórios que analisam a qualidade da água do mar das praias de Balneário Camboriú. Um é realizado pelo Instituto do Meio Ambiente do Estado de Santa Catarina (IMA) que analisa 27 municípios litorâneos e mais de 100 praias no Estado, os resultados podem ser conferidos aqui. O outro relatório é feito pelo Município de Balneário Camboriú, por meio da Empresa Municipal de Água e Saneamento (EMASA), através do laboratório LABB Análises Ambientais, credenciado no Instituto do Meio Ambiente (IMA) e acreditado no INMETRO, os resultados podem ser conferidos aqui.

No dia 25 de novembro de 2022, O Instituto do Meio Ambiente do Estado de Santa Catarina (IMA) divulgou o primeiro relatório de balneabilidade da temporada 2022-2023 e desde então todos os 8 relatórios apontaram todos os pontos da Praia Central com impróprios para banho.

Enquanto todos os relatórios realizados pela Empresa Municipal de Água e Saneamento (Emasa), através do LABB Laboratórios de Análises Ambientais LTDA, apontam todos os pontos da Praia Central como próprios para banho.

De acordo com a Emasa, o motivo dessa diferença nos resultados se dá pelo fator chuva. As condições de balneabilidade são afetadas por fatores como chuvas, ventos e impactos pontuais locais, os quais podem ter seus efeitos modificados em até 24 horas. Portanto, mudanças nesse panorama de balneabilidade podem ocorrer a qualquer momento, dependendo das condições climáticas.

No dia 02 de dezembro a Emasa divulgou que a coleta para o monitoramento de balneabilidade das praias de Balneário Camboriú, feita pelo Município foram suspensas na semana, devido as constantes chuvas em toda a região. Na ocasião o diretor-geral da Emasa, Douglas Costa Beber relatou: “Seria imprudente de nossa parte e até injusto com a cidade, coletar amostras nesta semana, que choveu muito mais do que o esperado em toda a região, como podemos acompanhar nos noticiários. O que torna as condições do mar, na maioria das vezes imprópria nesse período, nem sendo recomendado entrar no mar nessas condições”.

Porém o último relatório do IMA, a coleta foi realizada ano dia 09 de janeiro e não foi realizada em período de chuva. Questionamos a assessoria da Emasa se essa coleta ainda sofre alterações por conta das chuvas de dezembro, e não recebemos retorno até o fechamento desta matéria.

Assim como existem dois relatórios, também existem dois modelos de placas que apontam a situação da balneabilidade. Na orla da praia você encontrará dois modelos de placas, uma com o resultado do relatório do Instituto do Meio Ambiente do Estado de Santa Catarina (IMA) e outra versão com o resultado da Emasa. As placas com as condições de balneabilidade municipais foram instaladas em dezembro de 2019, antes disso existia apenas as placas do IMA.

Fezes na areia da Praia

Um turista do Paraná, encontrou fezes na praia Central de Balneário Camboriú, gravou a cena e o vídeo acabou viralizando na internet. O vídeo, com uma narração inusitada teve 268 mil views no instagram do Camboriú News.

A redação do Camboriú News conversou com o rapaz que filmou, e ele contou detalhes sobre esse encontro nada agradável. Nicholas Fernandes Schleder, 21 anos, é estudante de publicidade e propaganda e atua como digital influencer, ele conta que no dia 31 de dezembro, por volta das 15h, encontrou as fezes na altura da rua 4400. Nicholas conta que já veio muitas vezes para Balneário Camboriú. “Já sabia que aí a água não é limpa, mas não sabia q era nesse nível kkkk”, comentou.

A divulgação do vídeo fez com que muitas pessoas relatassem situações onde banhistas realizam necessidades na água do mar. Uma moradora relatou a cena nada comum que ela presenciou na praia Central: “Esses dias estava caminhando e uma moça estava agachada no mar evacuando e segurando papel higiênico na mão pra se limpar. O engraçado é que animais na praia não pode, mas humanos defecarem, tanto faz. É ridículo a hipocrisia das pessoas!”, desabafou Carolina.

Duas moradoras também relataram cenas de pessoas urinando no mar como se fosse algo normal: “Esses dias estava na areia sentada bem de boa com minha família e duas mulheres adultas, estava indo em direção do mar e gritaram na frente de todo mundo, mãe a gente só vai ali fazer xixi”, comentou Greice K. “Ontem vi duas vezes a mesma mulher indo fazer xixi no mar mas ela já se mijava antes de se molhar no mar”, relatou Greice B.

Além dos banheiros anexos ao quiosques presentes em toda a orla da praia Central, a prefeitura colocou 20 banheiros químicos em locais estratégicos da praia durante a temporada. Porém moradores relatam que alguns quiosques fecham as 20h e os banheiros são fechados junto, pois na maioria dos casos a chave tem que ser solicitada no próprio quiosque e a quantidade de banheiro químico não é suficiente para toda a extensão da orla.

Por todas essas questões, não podemos responder a pergunta do título desta matéria: Banho de mar é recomendável em Balneário Camboriú?

Receba notícias de Balneário Camboriú e região pelo Telegram do Camboriú News

good news
especial publicitário

PUBLICIDADE

1 COMENTÁRIO

  1. A falta de fiscalização é grave problemas em BC.
    Vejam o deck do pontal norte, o Rio Marambaia onde espigões são construídos apenas com critérios forjados no passando….
    Ainda bem que logo ninguem mais virá à BC e então ela voltará a ser prazeirosa.

COMENTE

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

* Os comentários publicados são de absoluta responsabilidade de seus autores, e não devem ser entendidos como posicionamento do Camboriú News e seus editores.

camboriú shop