18.9 C
Balneário Camboriú

Nós Balneário Camboriú

Camboriú gera mais empregos que demissões pelo 3° ano consecutivo

O município fechou 2019, com 5.669 demissões contra 6.224 admissões, o que resultou em um saldo positivo, gerando 555 novos empregos formais

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

good newshot

Unimed Litoral está entre as melhores empresas para trabalhar no Brasil

Premiação foi concedida pelo Universo Online e Fundação Instituto de Administração (FIA) com base na opinião dos colaboradores de centenas de empresas avaliadas

UniAvan recebe reconhecimento nacional de Responsabilidade Social

Selo foi concedido pela Associação Brasileira de Mantenedoras do Ensino Superior (ABMES) e levou em conta ações anuais e desenvolvidas durante a pandemia
Siga-nos no Google News

Camboriú vem registrando um crescimento na geração de empregos acima da média do Estado nos últimos três anos. O município fechou 2019, com 5.669 demissões contra 6.224 admissões, o que resultou em um saldo positivo, gerando 555 novos empregos formais. Esse crescimento coloca Camboriú, proporcionalmente, entre as principais cidades do estado na geração de empregos. Os dados são divulgados pelo Ministério do Trabalho e Emprego, de acordo com avaliação do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados(Caged). Para saber mais acesse o link https://bit.ly/319eoeE.

O saldo positivo entre demissões e admissões vem sendo registrado desde 2017, quando foram realizadas 5.198 contratações contra 4.712 demissões – saldo positivo  de 486. Em 2018, também encerrou com saldo positivo nas admissões, com 684 novas vagas criadas. Os números apontam um crescimento vertiginoso, maior do que a média do estado. Os setores que mais contrataram no ano passado são os de serviços industriais de utilidade pública, construção civil, prestação de serviços e indústria de transformação.

LEIA TAMBÉM:
20 vagas de emprego são disponibilizadas no SINE de Camboriú

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Grandes empresas estão estudando se instalar na cidade em 2020.  “A rede de Supermercado Top, está construindo um novo mercado no bairro Taboleiro, que deve gerar cerca de 120 empregos diretos. “Ainda temos outra rede de supermercados e uma empresa grande de comércio varejista de olho em Camboriú. A geração de empregos nos surpreende a cada ano”, comemora o secretário de Desenvolvimento Econômico, Mario Bianchet.

De acordo com os dados do Ministério do Trabalho o emprego formal em Camboriú vem crescendo a contramão  do país. Em 2018, por exemplo, o Brasil fechou com saldo de emprego negativo e Camboriú  encerrou com saldo positivo. “Estamos muito felizes com esse resultado. Dentro das nossas metas, na gestão econômica,  uma  das prioridades é a geração de empregos e renda, com ações planejadas para atrair novas empresas e até investidores internacionais, como os chineses, por exemplo. Criamos cursos para capacitar da nossa mão-de-obra e também lançamos o edital de licitação de dois terrenos no Distrito Industrial, áreas retomadas pelo município. As empresas recebem incentivos para se implantarem na cidade” ressalta o prefeito, Elcio Rogério Kuhnen.  

De acordo com o assessor de Indústria e Comércio, Marlon Borsatto, Camboriú retomou o crescimento nos últimos três anos. “Fizemos um estudo e analisamos que de 2014 a 2016 a cidade ficou estagnada na geração de empregos. Chegando a 2015 e 2016 com mais demissões que contratações”, destaca.

PUBLICIDADE

Idoso de 78 anos é a 60ª vítima fatal do coronavírus em Camboriú

O homem era morador do bairro Tabuleiro e estava internado no Hospital Municipal Ruth Cardoso em BC

Covid: Confira as regras de funcionamento da Academia Municipal do Pontal Norte

Na quarta-feira região de BC foi classificada como grau Gravíssimo, o que delimita algumas das atividades esportivas na cidade
PUBLICIDADE

NOTÍCIAS DE

Balneário Camboriú

SOCIAL PROOF

221,658CurtidasCurtir
49,700SeguidoresSiga
4,700SeguidoresSiga
236InscritosInscreva-se

COMENTE

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

PUBLICIDADE
Enviar mensagem
Envie sua notícia
Envie sua NOTÍCIA ou sua DENÚNCIA para a nossa equipe de jornalismo!