18.9 C
Balneário Camboriú

Nós Balneário Camboriú

Cão guia está sendo socializado em escola de Balneário Camboriú

O Cão que pertence ao Instituto Federal Catarinense, Campos Camboriú, está sendo socializada em um Centro Municipal, no bairro Estaleiro

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

good newshot

UniSociesc está com Plantão on-line de Condições Especiais

Siga construindo seu futuro estudando em uma das melhores instituições de ensino do Sul do País

Unimed será patrocinadora da roda gigante de Balneário Camboriú

Mensagens publicitárias da Unimed serão veiculadas nos monitores de vídeo instalados nas 36 cabines da roda gigante e nos painéis do empreendimento
Siga-nos no Google News

Propiciar a inclusão de pessoas com deficiência visual, integrando-as à comunidade. Essa é uma das principais funções do cão-guia que, respaldado em lei federal, pode ingressar e permanecer em ambientes de uso coletivo, acompanhando seu dono, com deficiência visual. A Happy, cão guia que pertence ao Instituto Federal Catarinense, Campos Camboriú, está sendo socializada desde o início do ano letivo, pela professora Angélica Anicetoque, no Centro Municipal Dona Lila, situada no bairro Estaleiro, em Balneário Camboriú. 

A unidade escolar que tem em seu quadro alunos especiais, conta hoje com esse cão guia que trouxe a socialização não só para essas crianças, mas para toda a comunidade escolar. “A Happy trouxe com ela a cultura da paz, alegrando e promovendo a integração entre alunos e funcionários”, atesta a gestora da Dona Lila, Joana Darc Gulart Oliveira. 

A Happy, após quatro meses de convivência na escola, encontra-se totalmente adaptada às crianças, que a recebem com muita festa e carinho. Ela participa de todas as atividades escolares, inclusive das saídas de campo. A Gestora conta que antes da chegada da Happy foi feito na escola um trabalho de inclusão que envolveu toda a comunidade com reunião de pais; palestras com os educandos e pesquisas sobre o tema “cão guia” na internet. “Quando ela chegou em nosso contexto escolar todos estevam preparados para recebê-la”, concluiu Joana.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Saiba mais

Lei 11.126, de 27/7/2005, regulamentada pelo Decreto nº 5.904, de 21/9/2006, conferiu o direito do portador de deficiência visual de ingressar e permanecer em ambientes de uso coletivo acompanhado de cão-guia. Isso quer dizer, em consonância com a cidadania plena apregoada pela Constituição Federal, que a pessoa usuária de cão-guia tem o direito de ingressar e permanecer com o animal nos veículos, compreendendo todas as modalidades de transporte interestadual e internacional com origem no território brasileiro, e nos estabelecimentos públicos e privados de uso coletivo.

PUBLICIDADE

Sábado com sol e temperatura acima de 30°C em Santa Catarina

Temperatura elevada, mais alta no final da manhã e início da tarde com máximas acima de 30°C na maior parte do estado

Kennedy Nunes será relator da denúncia contra governador e a vice

O nome dele foi sorteado durante a sessão de instalação do Tribunal Especial de Julgamento
PUBLICIDADE

NOTÍCIAS DE

Balneário Camboriú

SOCIAL PROOF

212,824FansLike
36,955FollowersFollow
185SubscribersSubscribe

COMENTE

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

PUBLICIDADE
Enviar mensagem
Envie sua notícia
Envie sua NOTÍCIA ou sua DENÚNCIA para a nossa equipe de jornalismo!