Nós Balneário Camboriú

18.9 C
Balneário Camboriú

Emasa já inspecionou quase 5 mil hidrômetros atrás de vazamentos ocultos

Com duração de seis meses, o serviço prevê analisar cerca de 20 mil hidrômetros em toda a cidade e já passou pelos bairros Iate Clube e Vila Real

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

good news

Siga-nos no Google News

O diagnóstico da rede de água que vem sendo feito desde dezembro do ano passado pela Empresa Municipal de Água e Saneamento (EMASA), já inspecionou 4.950 hidrômetros a fim de detectar potenciais vazamentos não aparentes na rede de abastecimento do Município. Com duração de seis meses, o serviço prevê analisar cerca de 20 mil hidrômetros em toda a cidade e já passou pelos bairros Iate Clube e Vila Real, sendo concluído no Bairro das Nações.

A análise é feita por meio de um aparelho alugado, que funciona através do contato com o hidrômetro por cerca de 10 segundos. O equipamento capta ruídos e vibrações e envia os dados ao smartphone que possui um aplicativo específico. Após a coleta de dados, o sistema inteligente consegue detectar pontos com baixa pressão, que pode representar um possível vazamento oculto.

LEIA TAMBÉM:
EMASA não realiza cobrança de débitos via telefone

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

“O sistema coleta os dados e envia um mapa com o resultado do material, identificando em vermelho os pontos com suspeita de vazamentos e que devem ser analisados com mais detalhes e se confirmado, realizar o conserto”, explica o operador de Estação, Pablito A. Linhares Marcondes, um dos servidores da Emasa que faz a coleta de dados. Após a detecção, a empresa terceirizada é acionada para a checagem do ponto com o geofone, um aparelho utilizado para confirmar o problema. “Para evitar grandes transtornos, durante a temporada de verão, estão sendo realizados somente consertos emergenciais, mas a coleta de dados permanece em andamento”, completou o servidor.

A ação faz parte do processo de modernização e eficiência administrativa, iniciado em julho de 2018. Segundo o diretor geral da Emasa, Douglas Costa Beber, esta tecnologia possibilitará maior agilidade na identificação de vazamentos não aparentes. “Além de beneficiar o consumidor, que muitas vezes é prejudicado em função dos vazamentos ocultos, auxiliará na redução de custos e tempo, com a possibilidade de direcionar essa economia para outros investimentos da Autarquia”.


Dúvidas, informações e reclamações pelos Canais de Atendimento – SAC: 0800 643-6272; Whatsapp comercial – Fala EMASA: (47) 3261-0000; ou e-mail: [email protected]

Receba notícias de Balneário Camboriú e região pelo Telegram do Camboriú News

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

COMENTE

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

O conteúdo dos comentários publicados é de absoluta responsabilidade de seus autores, jamais representando a posição oficial dos editores do Camboriú News, nem do próprio.

PUBLICIDADE
Enviar mensagem
Envie sua notícia
Envie sua NOTÍCIA ou sua DENÚNCIA para a nossa equipe de jornalismo!