Nós Balneário Camboriú

18.9 C
Balneário Camboriú

Equipe do Produtor de Água realiza última vistoria do ano

Nesta terça-feira (03), a equipe do Produtor de Água do Rio Camboriú realizou a última vistoria do ano de 2019, na localidade dos Macacos

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Siga-nos no Google News

Nesta terça-feira (03), a equipe do Produtor de Água do Rio Camboriú realizou a última vistoria do ano de 2019, na localidade dos Macacos. O produtor rural Ciro Meireles Jacobsen inseriu em 2016, aproximadamente 94% da área total dos 129, 60 hectares da propriedade no projeto, sendo 121,40 hectares de área com características de conservação de florestas e mananciais.

Segundo a engenheira Ambiental, Rafaela Santos, especificamente nesta propriedade, foi necessário mais de uma vistoria no semestre, pois em julho foram percebidos alguns danos na área. “Foi verificado que invasores praticaram motocross na propriedade, ocasionando o desmate em função de uma trilha que abriram para a prática do esporte”, relatou. Conforme o protocolo, o proprietário foi comunicado e recebeu um prazo para enviar a justificativa do ocorrido, além de apresentar ações para recuperação do local.

Na vistoria desta semana, o proprietário Ciro mencionou algumas medidas tomadas, como a construção de cercas e portões para que a área não tenha mais a presença de invasores, além da semeadura nas áreas afetadas. “É possível perceber plantas crescendo no local em que a trilha era realizada, indicando que o local não está mais sendo utilizado para a prática do esporte” completou a engenheira Ambiental, constatado que a partir das medidas adotadas, o produtor rural está apto a receber o auxílio pelos serviços ambientais prestados.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

O Produtor de Água prevê ações de conservação da vegetação nativa e restauração de áreas degradadas, por meio de auxílios financeiros aos proprietários que integram o programa e contribuem com o cuidado dos recursos hídricos na bacia do Rio Camboriú, visando a garantia do fornecimento de água. As propriedades são vistoriadas a cada seis meses para confirmar se as condicionantes do programa estão sendo cumpridas, para a liberação do Pagamento por Serviços Ambientais (PSA), calculado pela área inserida e repassado pela EMASA.

Até o momento, a iniciativa conta com 27 propriedades parceiras e possui 1154,28 hectares de área conservada, além de 60,20 hectares em processo de restauração.

Receba notícias de Balneário Camboriú e região pelo Telegram do Camboriú News

good news
especial publicitário

PUBLICIDADE

COMENTE

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

* Os comentários publicados são de absoluta responsabilidade de seus autores, e não devem ser entendidos como posicionamento do Camboriú News e seus editores.

camboriú shop