18.9 C
Balneário Camboriú

Nós Balneário Camboriú

Evaldo se une a Piriquito e Pavoni e provoca a ira e renúncia do presidente do PSL

"Nenhum projeto político está acima dos meus valores e jamais irei me misturar à quem desprezo para ganhar votos", disse Marcelo Brigadeiro

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

good newshot

Siga-nos no Google News

Marcelo Brigadeiro irou-se e renunciou a presidência do PSL de Balneário Camboriú, após o pré-candidato a prefeito do Governador Moisés, Evaldo Hoffmann, aparecer em um vídeo de natal ao lado do ex-prefeito Piriquito (MDB) e ao ex-secretário de planejamento, Auri Pavoni, a quem Brigadeiro chamou de “quadrilha que assaltou nosso município por tantos anos”.

Dias antes, Evaldo — que ganhou evidência na mídia estadual nos últimos meses após se envolver na compra de um polêmico helicóptero com indícios de superfaturamento — já havia surgido com Piriquito em outras fotos, sinalizando que existe um diálogo entre eles para, juntos, disputar as eleições 2020 contra o prefeito Fabrício Oliveira, pré-candidato à reeleição.

Brigadeiro é de personalidade forte. Dono de um canal com 360.000 inscritos no YouTube, não tolera políticos corruptos e usa a internet muitas vezes para criticar, enfrentar e desafiar os integrantes dos três poderes. Ex-lutador de MMA, o atleta, que foi candidato a suplente de senador na última eleição, havia se lançado pré-candidato a prefeito pelo partido que presidia em Balneário Camboriú, o PSL, mas se dispôs a ceder a candidatura ao vaidoso comandante da Polícia Militar Rodoviária, por pressão do governador Carlos Moisés.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Mas o famoso ditado “diga-me com quem andas, que eu te direi quem és” prevaleceu para o campeão de luta-livre, que surpreendeu a todos nesta segunda-feira (23) ao emitir um comunicado de renúncia à presidência da executiva municipal do Partido Social Liberal, “por não mais acreditar no projeto deste partido para o nosso município”.

“Um vídeo recente onde o pré candidato à Prefeitura de BC pelo PSL, Evaldo Hoffmann, aparece junto ao ex-Prefeito Edson Piriquito me fez perceber que para o êxito político às vezes é necessário se afastar dos princípios que balizam o nosso caráter e por não estar disposto à tal feito optei por me afastar”, justificou sua saída. “Nenhum projeto político está acima dos meus valores e jamais irei me misturar à quem desprezo para ganhar votos”, completou.

Nos grupos de WhatsApp, Marcelo recebeu o apoio dos demais integrantes, sendo parabenizado pela corajosa atitude de manter distância de pessoas envolvidas em suspeitas e escândalos de corrupção.

Agora, Brigadeiro seguirá seu trabalho de forma apartidária, se comprometendo a lutar de fora do partido, para que o PSL de Balneário Camboriú esteja sempre do lado oposto à “gangue do MDB”, conforme suas palavras.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

NOTÍCIAS DE

Balneário Camboriú

SOCIAL PROOF

228,847CurtidasCurtir
49,700SeguidoresSiga
4,700SeguidoresSiga
236InscritosInscreva-se

COMENTE

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

PUBLICIDADE
Enviar mensagem
Envie sua notícia
Envie sua NOTÍCIA ou sua DENÚNCIA para a nossa equipe de jornalismo!