Nós Balneário Camboriú

18.9 C
Balneário Camboriú

Feriadão: MP recomenda que BC aumente o rigor das medidas contra a covid

Os principais motivos que levaram o MP a cobrar ações mais enérgicas das autoridades foram os precedentes ocorridos no feriadão de 12 de outubro

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

good news

Siga-nos no Google News

Em Balneário Camboriú, a 6ª Promotoria de Justiça expediu a recomendação ao Município após constatar “diversos focos de aglomeração de pessoas, sem o uso de máscaras, em espaços públicos como praias e praças, em bares, restaurantes e em casas noturnas que funcionaram em contrariedade à proibição do exercício da atividade” no feriadão de Nossa Senhora Aparecida (12/10).

Os principais motivos que levaram o Ministério Público a cobrar ações mais enérgicas das autoridades Municipais de Balneário Camboriú neste feriado de Finados foram os precedentes ocorridos no último feriadão, em 12 de outubro, e o crescimento de casos que vêm sendo registrados desde então, não apenas nas regiões litorâneas e turísticas, mas em praticamente todo o estado. Nos hospitais, após uma queda na ocupação dos leitos de UTI, o número de pacientes que precisam de tratamento intensivo vem crescendo novamente.

Como consequência desses fatos, ainda segundo a recomendação a classificação de risco da região piorou, passando de “ALTO” para “GRAVE”. Duas semanas após feriado, casos ativos aumentam 143% em Balneário Camboriú. A Unimed da região também suspendeu as cirurgias eletivas a partir de 28 de outubro devido ao aumento de casos de coronavírus que precisam de internação.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

A Prefeitura, pela recomendação, deverá reunir os setores técnicos da área de Saúde do Município para definir as medidas para aumentar o rigor na aplicação das ações de controle e prevenção à pandemia e divulgar de forma ampla à população o que será feito para combater a propagação do coronavírus neste feriado.

A recomendação foi encaminhada à Prefeitura na terça-feira (27/10). Na quarta-feira (28), a prefeitura informou que irá realizar uma operação preventiva de orientação e fiscalização nos pontos de maior fluxo da cidade, que mobilizará mais de 300 servidores públicos. A prefeitura não fará um novo decreto pois alega que as normas já estão adequadas para ficar em conformidade com as restrições definidas pelo estado de acordo com o grau de risco da região.

Receba notícias de Balneário Camboriú e região pelo Telegram do Camboriú News

PUBLICIDADE

1 COMENTÁRIO

COMENTE

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

* Os comentários publicados são de absoluta responsabilidade de seus autores, e não devem ser entendidos como posicionamento do Camboriú News e seus editores.

camboriú shop

Enviar mensagem
Envie sua notícia
Envie sua NOTÍCIA ou sua DENÚNCIA para a nossa equipe de jornalismo!