Nós Balneário Camboriú

18.9 C
Balneário Camboriú

GM cria guarnição para atender casos de maus tratos aos animais em BC

A guarnição de maus tratos atende dentro da Guarda Municipal pelo telefone 153

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

good news

Siga-nos no Google News

Devido ao crescimento de ocorrências geradas por violência e maus tratos contra animais, a Guarda Ambiental está com uma guarnição específica para combater violência e maus tratos contra animais. Ao todo, somente sobre esse tema, foram atendidas mais de 50 ocorrências desde o dia 1º de Janeiro deste ano.

A guarnição é composta pelos guardas municipais (GMs) Leila de Nadai e Rodrigo Cezar Cordeiro. Ambos foram transferidos do K-9 para integrar esse trabalho especial devido à experiência e atuação com animais.

“Vendo a grande demanda e preocupação dos moradores sobre atendimento com animais, buscamos em nossos guardas uma dupla que tivesse conhecimento de causa para lidar com o assunto”, disse o secretário de Segurança, Gabriel Castanheira.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Leila de Nadai, além de Guarda Municipal, é protetora de animais há mais de 10 anos. “Desde que me conheço por gente, sempre tive algum animal de estimação. Desde então não me vejo mais sem”, citou a mesma. Hoje a guarnição faz o acompanhamento do cão vítima de maus-tratos, até a Clínica Veterinária ou a Viva Bicho, e em alguns casos até acompanha a escolha do dono. “Minha experiência com animais, me faz ter vivência para auxiliar em todos os processos do resgate do animal”, finalizou Leila.

A guarnição de maus tratos atende dentro da Guarda Municipal pelo telefone 153.

Receba notícias de Balneário Camboriú e região pelo Telegram do Camboriú News

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

1 COMENTÁRIO

COMENTE

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

O conteúdo dos comentários publicados é de absoluta responsabilidade de seus autores, jamais representando a posição oficial dos editores do Camboriú News, nem do próprio.

PUBLICIDADE
Enviar mensagem
Envie sua notícia
Envie sua NOTÍCIA ou sua DENÚNCIA para a nossa equipe de jornalismo!