Guarda Municipal de BC é flagrado portando pistola de serviço em Rio Negrinho

Segundo a Polícia Militar, ele teria dito que faria serviço de segurança privada no Festival Terra Azul

8
1590
Arquivo

Em Rio Negrinho, no Planalto Norte de Santa Catarina, Policiais Militares efetuavam barreira na Rua Afonso Koehler, onde inúmeros veículos que se deslocavam para o Festival Terra Azul, estavam sendo submetidos a revista. Em determinado momento, o condutor de um Chery Tigo, identificado como R.G.M., freou subitamente ao visualizar a barreira policial, o que motivou a sua abordagem.

Ao se identificar, o condutor se apresentou como Guarda Municipal de Balneário Camboriú, dizendo que estava de folga e acompanhava seus amigos para o evento, e que estava portando a arma PT58/380 com 21 munições, cautelada pela Guarda Municipal de Balneário Camboriú pois também faria serviço de segurança privada.

Apresentou documentação funcional e a cautela do armamento, sendo que na sua identidade funcional foi verificado que poderia portar armas de fogo apenas nas cidades de Balneário Camboriú, Itapema e Itajaí, fato que gerou dúvidas sobre o porte de arma de fogo do abordado. Diante disso, para dirimir as dúvidas quanto ao fato, R.G.M. foi apresentado para Oficial Comandante da Operação, Capitão PM Denk, que o questionou a respeito do porte da arma, tendo R.G.M. dito que após uma decisão do STF ele e os demais guardas municipais poderiam portar armas de fogo em todo o território nacional.

Indagado se a Guarda Municipal e a Polícia Federal o permitiria realizar o serviço de segurança privada, R.G.M. afirmou que a Guarda Municipal sim, pois ainda não havia qualquer regulamento disciplinar que o impedisse e que um regulamento no futuro seria criado aos moldes do regulamento disciplinar da Policia Militar. Quanto a Polícia Federal disse que não possuía autorização.

Ao verificar a documentação e os argumentos prestados pelo guarda, o Capitão PM Denk, após análise do caso e em conversas com policiais militares atuantes na cidade de Balneário Camboriú, obteve a informação de que desconheciam qualquer documento fora dos documentos ali apresentados. Diante dos fatos, o Capitão PM Denk determinou a condução de R.G.M. para a Delegacia de Polícia da Cidade de São Bento do Sul/SC, para os procedimentos cabíveis.

8 COMENTÁRIOS

  1. Uma merda a atitude dessa guarnição, pois irregular o Guarda não estava. Portando toda documentação necessária não tinha porque conduzir o mesmo, a pm no Brasil se acha Dna das leis e superior a todos os órgãos de segurança, a maioria dos polícias militares vivem dando carteirada e não tem porte de armas.

  2. O PM agiu corretamente pela lei do desarmamento na condução. O porte do GM não é o porte nacional, como o das polícias, juízes, etc. É um porte conhecido como porte “abacaxi”. Muito parecido com o porte de trânsito dos CACs. Precisamos derrubar a porcaria da lei do desarmamento logo, para que todo cidadão de bem ( policial ou não) possa portar sua arma e se defender, más, até conseguirmos isto, observemos a lei em vigor e não os caprichos individuais. Atualmente para se portar uma arma de fogo sem esquentar a cabeça, apenas com a carteira de porte nacional. Sou CAC e toda vez que vou para o clube levando as minhas armas, mesmo seguindo exatamente o que a lei+decreto+portaria do exército mandam, tenho receio de dançar.

  3. Posso inferir mediante reportagens q circulam direto na grande mídia, q muitos policiais militares não gostam nem dos próprios colegas de serviço; Qnto mais de guarda municipal.
    Falar q desconhece a lei 13022\2014 e o parecer do ministro do STF é um absurdo….
    Deslocar policiais até uma delegacia retirando um contingente importante somente pra prender um guarda municipal com arma registrada é digno de repúdio…. No Brasil em qualquer lugar q vamos, com um mês morando no lugar sabemos onde se localiza qualquer boca de fumo e vários criminosos…. Os mesmos passam várias vezes transitando sem medo e não levam dura; mas um guarda municipal q talvez tenha parado abruptamente pq respeitou a blits polícial é conduzido por bobeira….. A SOCIEDADE NAO ESTÁ INTERESSADA EM PRISÃO DE GUARDA MUNICIPAL COM ARMA REGISTRADA NÃO SENHORES POLICIAIS! MUITO PELO CONTRÁRIO; QNDO OS SENHORES FAZEM ISSO, VCS PRESTAM UM DESFAVOR A SOCIEDADE E UM FAVOR À BANDIDAGEM POR TIRAREM MAIS UM AGENTE DE SEGURANÇA PÚBLICA DE CIRCULAÇÃO POR VAIDADE PESSOAL SÓ PRA DIZER Q OS MESMOS NÃO SÃO POLÍCIAIS IGUAL VCS; SENDO Q, QUEIRA VCS OU NÃO O MINISTRO ALEXANDRE DE MORAIS COM BASE NA LEI 13022/2014 JÁ DISSE Q O GUARDA É POLÍCIA…. EM TEMPO DOS SENHORES TOMAREM UM PROCESSO E PERDEREM O DINHEIRO SUADO DE VCS SÓ POR CAUSA DE VAIDADE.

COMENTE

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui