Nós Balneário Camboriú

18.9 C
Balneário Camboriú

Motorista de aplicativo é preso por tráfico de drogas em Camboriú

Em busca veicular foram encontrados três tabletes de maconha

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Siga-nos no Google News

Dois homens foram presos por tráfico de drogas em Camboriú. O fato aconteceu na noite de terça-feira, 10. Além das prisões, também foram apreendidos cerca de 2,2 kg de maconha durante a ação.

Na oportunidade, uma guarnição se deslocou até o local pois segundo informações, um motorista de aplicativo estaria fazendo entrega de drogas no endereço. Posteriormente, os policiais conseguiram efetuar a abordagem do automóvel, sendo o condutor identificado.

Durante busca veicular foi encontrada uma bolsa de papel com três tabletes de maconha. Ao ser questionado, o homem afirmou que comprou a droga de um outro homem, no bairro das Nações, em Balneário Camboriú, e que em seguida, venderia por um valor maior. O condutor também relatou que na residência do vendedor da droga teria mais três porções da droga, com cerca de 1,5 kg.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Diante das informações foi solicitado o apoio do Pelotão de Patrulhamento Tático (PPT) de Balneário Camboriú. As guarnições se deslocaram até o local onde estaria o outro envolvido. O homem foi localizado e em revista pessoal foram encontrados cerca de R$ 3 mil reais. Questionado sobre as drogas em sua residência, ele informou ser para consumo próprio.

Sendo assim, os policiais foram até a casa do segundo envolvido e localizaram cerca de 58 gramas de maconha e plástico filme, utilizado para embalar e comercializar as drogas.  Com isso, os dois homens foram presos e o material apreendido foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil para os procedimentos legais decorrentes.

Receba notícias de Balneário Camboriú e região pelo Telegram do Camboriú News

good news
especial publicitário

PUBLICIDADE

COMENTE

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

* Os comentários publicados são de absoluta responsabilidade de seus autores, e não devem ser entendidos como posicionamento do Camboriú News e seus editores.

camboriú shop