18.9 C
Balneário Camboriú

Nós Balneário Camboriú

Mulher dá seus chinelos à menina descalça após loja negar devolução de calçado

Sem conseguir resolver o problema na loja, a mulher tirou os chinelos que estava calçando e colocou nos pés das criança

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

good newshot

UniAvan recebe reconhecimento nacional de Responsabilidade Social

Selo foi concedido pela Associação Brasileira de Mantenedoras do Ensino Superior (ABMES) e levou em conta ações anuais e desenvolvidas durante a pandemia

Seletivo Especial da UniSociesc acontece no dia 28 de novembro

Os candidatos devem se inscrever através do site unisociesc.com.br/vestibular e os mais bem colocados garantem bolsas de até 100%
Siga-nos no Google News

Ainda é possível acreditar nas pessoas. Mesmo que outras evitem fazer o que é o correto, sempre terá alguém com empatia, que se coloca no lugar do outro e oferece ajuda. Foi o que uma mulher não identificada fez quando viu uma menininha de pés descalços no Centro de Camboriú: tirou seus próprios chinelos do pé e deu para a criança após uma loja se negar a devolver o dinheiro para a mãe da criança, que comprou um calçado que não serviu.

A mulher, que disse ser mãe de três filhos, contou que neste sábado (11) estava no mercado e se deparou com uma senhora vendendo título de capitalização, de mão dada com uma menina descalça, de sete anos de idade.

Ela questionou à senhora o motivo da filha estar descalça. A mãe relatou que havia comprado um calçado para a criança, mas acabou não servindo. Com toda humildade, voltou à loja pedindo que trocasse por um número maior, só que a loja não possuía a numeração. Então, tentou devolver o caçado pedindo a devolução do dinheiro, mas a gerente se negou a aceitar, dizendo que era norma da loja não aceitar devolução.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Comovida, a mulher foi até a loja situada na Av. José Francisco Bernardes, para tentar resolver o problema. Argumentou para a gerente que a menina estava queimando seus pés no asfalto quente, mas teria sido tratada com deboche.

A anônima se retirou da loja sem conseguir resolver o problema e teve outra atitude, ainda mais nobre. Tirou o chinelo que estava calçando e colocou nos pés das criança.

— Tenho certeza que qualquer uma pessoa como mãe faria o mesmo que eu fiz. Só lamento pela loja — desabafou.

PUBLICIDADE

Projeto de vereadora mirim de BC é selecionado para programa da Câmara dos Deputados

O projeto é sobre o cadastro de animais doméstico através de chip, e foi um dos três escolhidos entre os enviados por estudantes de todo país

Troca de válvula poderá afetar o abastecimento no Estaleiro e Estaleirinho na quarta

O serviço será executado das 13h30 às 16h30
PUBLICIDADE

NOTÍCIAS DE

Balneário Camboriú

SOCIAL PROOF

220,099CurtidasCurtir
49,700SeguidoresSiga
4,700SeguidoresSiga
236InscritosInscreva-se

3 COMENTÁRIOS

  1. Obsurdo, tenho medo deparado com várias situações assim, as lojas pra não devolverem o dinheiro ficam falando que é normal da loja, cadê o Procon que não ajuda a população.🤬

  2. Tem que dizer o nome desta loja e denunciar no Procom.
    Eles rinham obrigação legal de no caso de NÃO ter a numeração solicitada, devolver o valor….
    Silenciar sobre isto e colaborar para que esta loja continue a agir assim . . .

COMENTE

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

PUBLICIDADE
Enviar mensagem
Envie sua notícia
Envie sua NOTÍCIA ou sua DENÚNCIA para a nossa equipe de jornalismo!