Nós Balneário Camboriú

18.9 C
Balneário Camboriú

Operação prende executor de homicídio em Balneário Camboriú

No entanto, o segundo coautor, um homem de 49 anos que teria acompanhado e direcionado o executor, não foi localizado e é agora considerado foragido

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Siga-nos no Google News

Na manhã desta sexta-feira, 21 de junho, a Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Balneário Camboriú, deflagrou a segunda fase da operação destinada a prender os executores do homicídio de Marcos Antônio Serpa. O crime ocorreu em 29 de janeiro de 2024, na Rua 901, Centro de Balneário Camboriú.

Esta etapa da operação envolveu o cumprimento de quatro ordens judiciais: dois mandados de prisão preventiva e dois de busca e apreensão. A ação é um desdobramento da investigação que já havia resultado na prisão preventiva do mandante do crime, um homem de 27 anos, na primeira fase da operação deflagrada em 6 de maio. A investigação revelou que o mandante encomendou o homicídio a dois indivíduos para extinguir uma dívida de aproximadamente R$ 60.000,00 com a vítima.

A segunda fase da operação contou com o apoio das Polícias Civis do Paraná e de São Paulo, com os mandados sendo cumpridos nas cidades de São José dos Pinhais (PR), Registro (SP) e Cajati (SP). Como resultado, o executor, um homem de 31 anos responsável por efetuar os disparos que mataram a vítima, foi preso. No entanto, o segundo coautor, um homem de 49 anos que teria acompanhado e direcionado o executor, não foi localizado e é agora considerado foragido.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Com a conclusão desta segunda fase, a investigação do homicídio de Marcos Antônio Serpa chega ao fim, tendo identificado todos os envolvidos.

Receba notícias de Balneário Camboriú e região pelo Telegram do Camboriú News

good news
especial publicitário

PUBLICIDADE

COMENTE

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

* Os comentários publicados são de absoluta responsabilidade de seus autores, e não devem ser entendidos como posicionamento do Camboriú News e seus editores.