20.1 C
Balneario Camboriu
Camboriú News Mix Variedades ★ Parque Raimundo Malta é opção para quem quer contato com a...

★ Parque Raimundo Malta é opção para quem quer contato com a natureza

O Parque Natural Municipal Raimundo Gonçalez Malta é um dos atrativos para quem quer estar em contato com a natureza e fugir da agitação da vida urbana

Leia mais

Não só as praias são opções de lazer em Balneário Camboriú. O Parque Natural Municipal Raimundo Gonçalez Malta é um dos atrativos para quem quer estar em contato com a natureza e fugir da agitação da vida urbana.

Com seis trilhas ecológicas, vegetação nativa e animais silvestres em uma área de 172.625 m² localizada no final da Rua Angelina, no Bairro dos Municípios, o Parque Raimundo Malta tem entrada gratuita e abre diariamente para visitação das 13h às 17h, menos nos dias chuvosos.

Neste ano, até julho, o local recebeu 11.807 visitantes. Julho, mês das férias escolares, foi o mais movimentado, quando o Parque registrou a circulação de 4.259 pessoas. Na quarta-feira (14), Adriana Lourenço Borges esteve pela primeira vez na área, apesar de morar bem perto, no mesmo bairro. Ela, que ficou sabendo do espaço pela cunhada, levou o filho Benjamin, de apenas 26 dias, e o sogro, o chinês que mora no Rio de Janeiro, Wu Fu Lu. “Moro bem pertinho, minha cunhada que me passou a dica. Vim aqui pegar chá para mim e sabonete para o bebê (na fitoterapia, que fica no Parque), porque são produtos naturais. É até um absurdo estar tão pertinho e conhecer só agora”, disse Adriana.

NOTÍCIAS RELACIONADAS:
★ Dicas para curtir a natureza e aventuras em Balneário Camboriú

★ Programações para curtir o inverno em Balneário Camboriú

O sogro também estreou no Parque Raimundo Malta. “O lugar é muito bom. Achava que a cidade só tinha praia”, brincou Wu Fu Lu, que já esteve em Balneário Camboriú outras vezes. A filha dele e cunhada de Adriana, Mei Lih Wu, já frequenta o local há cinco anos. “Venho pegar produtos fitoterápicos e aproveito para trazer as crianças para brincarem aqui”, comenta Mei.

As crianças são as que mais se divertem. É comum a visita de escolas. Na quarta-feira, 10 alunos do Maternal 2 do Núcleo de Educação Infantil São Judas Tadeu brincaram no parquinho do espaço. “O lugar é muito lindo. Trabalhamos com eles o programa Terra Limpa, colocamos eles em contato com a natureza, para saberem como cuidar dela”, conta uma das professoras, Marisa Alves Coimbra.

Trilhas do Parque Raimundo Malta oportunizam contato com flora e fauna

Passear pelas trilhas ecológicas é uma oportunidade de conhecer a flora, principalmente a nativa, e deparar com animais como capivaras, gambás, lagartos, cotias, tamanduás, caranguejos, cobras, além de diferentes espécies de aves. No total, as trilhas têm três mil metros de extensão. Uma delas costeia o Rio Camboriú.

O Parque Raimundo Malta abriga ainda os setores administrativos e técnico da Secretaria do Meio Ambiente, um horto de plantas medicinais e viveiro de produção de mudas de árvores nativas para recuperação de áreas degradadas do município.

Horário de visitação

Diariamente, das 13h às 17h. A entrada é gratuita. Em caso de tempestade de raios e ventos fortes, o Parque é imediatamente fechado por segurança.

Fitoterapia

O Parque conta também com o Laboratório de Fitoterapia Edgar Eipper, que produz pomadas, sabonetes e tinturas feitos com plantas medicinais. Os produtos fitoterápicos podem ser retirados pela população gratuitamente. Para obtê-los, o interessado deve se cadastrar no Departamento de Fitoterapia da Secretaria do Meio Ambiente (SEMAM), que fica também no Parque, nas segundas, quartas e sextas-feiras, das 13h30min às 18h. É preciso apresentar o CPF.

Histórico do Parque

Por meio do Decreto Municipal 2.351 de 1993, o Parque Ecológico Rio Camboriú foi criado com o objetivo de disponibilizar um espaço apropriado para o contato da população com a natureza, para a educação ambiental, pesquisa de fauna e flora e viabilizar a preservação de espécies animais e vegetais da Mata Atlântica. Em 2006, pela Lei 2.611/03/07/2006, o espaço recebeu o nome de Parque Natural Municipal Raimundo Gonçalez Malta, em homenagem a um dos seus fundadores. Desde 2018, o Parque conta com um plano de manejo, que estabelece normas e atividades que poderão ser desenvolvidas no lugar.

Recomendações aos visitantes

– Use repelente
– Traga seu lanche para o local (não há bar no Parque)
– Use calçado fechado (há animais peçonhentos no local)

É proibido

– Circular de bicicleta no Parque
– Fazer fogo
– Ligar som mecânico
– Jogar bola
– Entrar com animais de estimação
– Trazer balões para o local

Alguns locais no Parque estão sujeitos à ocorrência de carrapatos. Então, é preciso ter alguns cuidados, como:

– Verificar cuidadosamente as roupas e o corpo a cada três horas;
– Utilizar roupas claras e compridas que protejam o corpo;
– Se for picado e apresentar sintomas como febre de início súbito, dor de cabeça e dores no corpo, procurar imediatamente atendimento médico e informar sobre a picada de carrapato.

Periodicamente, com vassoura de fogo, é feito o controle de carrapatos, com acompanhamento de técnicos do Centro de Controle de Pragas Urbanas (CCPU), conforme o coordenador do Parque Raimundo Malta, Marcio Lucas Canalle. 

Deixe um comentário

Veja só

★ Dicas para curtir a natureza e aventuras em Balneário Camboriú

A lista de programações para curtir Balneário Camboriú é extensa; A cidade possui atrações tanto pagas quanto gratuitas
PUBLICIDADE★ Parque Raimundo Malta é opção para quem quer contato com a natureza 2

Veja também

Receba a newsletter do Camboriú News

todos os dias no seu e-mail