18.9 C
Balneário Camboriú

Nós Balneário Camboriú

Projeto Consciência estará no Estaleirinho nesta quinta, 16

As atividades do projeto, que incluem exposições e brincadeiras educativas, ocorrem das 14h às 18h, próximo ao ponto onde está hasteada a Bandeira Azul

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

good newshot

UniAvan recebe reconhecimento nacional de Responsabilidade Social

Selo foi concedido pela Associação Brasileira de Mantenedoras do Ensino Superior (ABMES) e levou em conta ações anuais e desenvolvidas durante a pandemia

Seletivo Especial da UniSociesc acontece no dia 28 de novembro

Os candidatos devem se inscrever através do site unisociesc.com.br/vestibular e os mais bem colocados garantem bolsas de até 100%
Siga-nos no Google News

O projeto de educação ambiental “Consciência na Praia” estará no Estaleirinho nesta quinta-feira (16). As atividades do projeto, que incluem exposições e brincadeiras educativas, ocorrem das 14h às 18h, próximo ao ponto onde está hasteada a Bandeira Azul. Serão abordadas temáticas de conservação dos ecossistemas e da vida marinha, relacionadas ao problema dos resíduos sólidos.

Esta é a segunda edição do “Consciência na Praia”, que foi desenvolvido pela primeira vez de janeiro a março de 2019. O projeto cumpre um dos requisitos do Programa Bandeira Azul, que é o de incentivar a educação ambiental no Estaleiro e Estaleirinho, as duas praias de Balneário Camboriú que receberam o certificado do Bandeira Azul. O “Consciência na Praia” é executado pela Univali, em parceria com a Secretaria do Meio Ambiente (Semam).

A segunda edição estreou dias 11 e 12 de janeiro de 2020, no Estaleiro. As ações vão até o início de abril nas duas praias, em dias úteis ou fins de semana (conforme a previsão do tempo). Nos dias 25 e 26 de janeiro, as atividades serão desenvolvidas novamente no Estaleirinho.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

“O objetivo é sensibilizar os usuários das praias e a comunidade local do Estaleiro e Estaleirinho sobre os principais temas que foram identificados como um desafio na gestão das praias e, dessa maneira, promover e estimular um comportamento consciente. Nas atividades, são utilizados elementos artísticos e criativos para disseminar informações científicas e saberes populares de forma leve, lúdica e eficiente”, diz o oceanógrafo especialista em gestão de praias do comitê gestor do Bandeira Azul, Luidgi Marchese.

Bandeira Azul foi hasteada em dezembro, pelo segundo ano consecutivo

A Bandeira Azul foi hasteada nas praias do Estaleiro e Estaleirinho em 12 de dezembro. Ambas as praias foram aprovadas, pelo segundo ano consecutivo, pelos júris nacional e internacional do Programa Bandeira Azul. O selo internacional é concedido a praias e marinas que atenderam a uma lista de critérios de qualidade ambiental, segurança, bem-estar, infraestrutura, informação aos frequentadores e sensibilização ambiental.

A Bandeira Azul nas duas praias ficará hasteada durante a temporada de verão 2019/2020. Ela é um sinal para os banhistas de que os locais têm qualidade de água e são seguros.


Sobre o Programa*

O Programa Bandeira Azul é um selo de caráter socioambiental reconhecido em todo o mundo. Foi criado pela Foundation for Environmental Education (FEE), uma instituição internacional com integrantes representando seus respectivos países. No Brasil, o Operador Nacional do Programa é o Instituto Ambientes em Rede (IAR).

As praias, marinas e embarcações inscritas no programa comprometem-se com o cumprimento de critérios propostos. Para ser certificada, a praia/marina/embarcação deve ser inicialmente aceita pelo Operador Nacional, recomendada pelo júri nacional e aprovada pelo júri internacional.

O júri internacional é composto pela Foundation for Environmental Education (FEE), United Nations Environment (UNE), United Nations World Tourism Organization (UNWTO), World Health Organization (WHO), International Union for Conservation of Nature (IUCN), European Union for Coastal Conservation (EUCC), International Lifesaving Federation (ILS), International Council of Marine Industry Associations (ICOMIA), European Environment Agency (EEA), United Nations Educational, Scientific and Cultural Organization (UNESCO), World Cetacean Alliance (WCA) e European Network for Accessible Tourism (ENAT).

*Fonte: www.bandeiraazul.org.br 

PUBLICIDADE

Catador encontra um bebê dentro de lixeira em Balneário Camboriú

O caso aconteceu por volta das 15h do último sábado (28)

Final de semana com um óbito e 115 novos casos de covid em Camboriú

No momento 332 pacientes encontram-se em tratamento e 56 pessoas vieram a óbito
PUBLICIDADE

NOTÍCIAS DE

Balneário Camboriú

SOCIAL PROOF

220,866CurtidasCurtir
49,700SeguidoresSiga
4,700SeguidoresSiga
236InscritosInscreva-se

COMENTE

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

PUBLICIDADE
Enviar mensagem
Envie sua notícia
Envie sua NOTÍCIA ou sua DENÚNCIA para a nossa equipe de jornalismo!