18.9 C
Balneário Camboriú

Nós Balneário Camboriú

11 candidatos de BC na lista de supostos indevidos do Auxílio Emergencial

Três candidatos são milionários; um é candidato a vice-prefeito

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

good newshot

UniAvan recebe reconhecimento nacional de Responsabilidade Social

Selo foi concedido pela Associação Brasileira de Mantenedoras do Ensino Superior (ABMES) e levou em conta ações anuais e desenvolvidas durante a pandemia

Seletivo Especial da UniSociesc acontece no dia 28 de novembro

Os candidatos devem se inscrever através do site unisociesc.com.br/vestibular e os mais bem colocados garantem bolsas de até 100%
Siga-nos no Google News

Errata: acidentalmente, havíamos publicado a foto da candidata Rosimeri Borba no lugar da foto da Roseméri Pacheco. O erro foi percebido e a foto foi alterada. Pedimos desculpas à candidata pelo inconveniente.

Por meio de despacho assinado na última sexta-feira (6), o ministro Bruno Dantas tornou pública lista produzida pelo Tribunal de Contas da União (TCU) que contém os candidatos que declararam patrimônio igual ou superior a R$ 300 mil e que receberam alguma parcela do auxílio emergencial até julho de 2020.

+ Advogado perde prazo e Auri é condenado de novo por propaganda irregular

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

É possível verificar também casos em que o patrimônio declarado do candidato supera 1 milhão de reais. Em Balneário Camboriú há três candidatos nessas condições. São os candidatos Dileta Correa da Silva Perez (Republicanos), com patrimônio de R$ 2,9 milhões; Victor Hugo Silva Forte (PL), com R$ 1,2 milhão, e Waldirlei Baragatti (DEM), com R$ 1 milhão. Em Camboriú, Luis Henrique Vechi (PSL) está entre os milionários. 

Tais casos demonstram potenciais integrantes do rol de inclusões indevidas do benefício, uma vez que os indícios apontam renda incompatível com as regras do programa.

Candidatos que receberam auxílio em Balneário Camboriú:

CargoNome do CandidatoPatrimônio declarado
VEREADORDILETA CORRÊA DA SILVA PEREZR$ 2.900.000,00
VEREADORVICTOR HUGO SILVA FORTER$ 1.245.362,99
VEREADORWALDIRLEI BARAGATTIR$ 1.000.000,00
VEREADORLUIS CARLOS MOREIRAR$ 904.000,00
VICE-PREFEITOADEMAR MARTINS SCHNEIDERR$ 647.927,86
VEREADORDELCINA SOARESR$ 600.000,00
VEREADORROSEMÉRI APARECIDA PACHECOR$ 560.000,00
VEREADORMARTA TEREZINHA A. DE S. SCHAITELR$ 550.000,00
VEREADORADAISE BERNARDESR$ 455.000,00
VEREADORISABEL CRISTINA S. PEREIRA FLEHRR$ 388.000,00
VEREADORCLEBER SEBASTIÃO MOREIRAR$ 380.000,00

Candidatos que receberam auxílio em Camboriú:

CargoNome do Candidato Patrimônio declarado
VEREADORLUIS HENRIQUE VECHI R$ 2.650.000,00
VICE-PREFEITOJESSE PEREIRA R$ 760.488,06
VEREADORMARIM DA CONCEIÇÃO PAIM R$ 545.000,00
VEREADORJOÃO CLAUDEMIR LEAL R$ 434.500,00
VEREADORADAUTO DANIEL CLARO DA ROSA R$ 424.009,40
VEREADORDAIANE WALTER VASCONCELOS R$ 396.000,00
VEREADORJOSÉ RODRIGUES PEREIRA R$ 348.388,00
VEREADORJOSE ANTONIO DA CUNHA R$ 325.000,00

A lista do TCU

A lista disponibilizada contém o cruzamento de dados realizado pelo TCU e o cruzamento realizado pelo Ministério da Cidadania, com dados que permitem identificar:

1) benefícios que foram cancelados antes da decisão do Tribunal;

2) benefícios que permaneceram com pagamentos em setembro e outubro, seja no âmbito do auxílio emergencial originalmente estabelecido pela Lei 13.982/2020, seja no âmbito do auxílio emergencial residual previsto na Medida Provisória 1.000/2020. 

Dessa forma, a planilha permite identificar o tipo de auxílio (emergencial ou residual) e o momento do bloqueio (se antes ou depois da decisão do TCU). 

+ Idealizador do BC Port é multado em R$ 53 mil por pesquisa irregular

Importante destacar que o Ministério da Cidadania deliberou pelo cancelamento de todos os benefícios detectados pelo TCU, sem prejuízo da possibilidade dos beneficiários contestarem nos canais adequados. A única exceção se refere a benefício concedido judicialmente.

Ao divulgar o relatório, com mais de 10 mil nomes de diversas cidades do país, o TCU alertou que:

• Os resultados são apenas indícios de renda incompatível com o auxílio
• Há risco de erro de preenchimento pelo candidato
• Há risco de fraudes estruturadas com dados de terceiros
• Só o Ministério da Cidadania pode confirmar se o pagamento é indevido
• Só o TSE pode confirmar eventuais crimes eleitorais
• O papel do TCU é garantir o bom uso do dinheiro público
• Os dados dos candidatos são públicos e estão disponíveis no site do TSE
• Os dados dos beneficiários do auxílio são públicos e estão no Portal da Transparência

PUBLICIDADE

Suspeito foge da PM e abandona bicicleta furtada no Monte Alegre

Em consulta ao número de série da bicicleta pelo aplicativo “Bike Registrada”, foi possível identificar o proprietário

Balneário Camboriú registra 31 novos casos de Covid neste sábado

Permanecem em tratamento 1.190 pacientes, sendo 1.151 em domicílio e 39 internados
PUBLICIDADE

NOTÍCIAS DE

Balneário Camboriú

SOCIAL PROOF

220,323CurtidasCurtir
49,700SeguidoresSiga
4,700SeguidoresSiga
236InscritosInscreva-se

3 COMENTÁRIOS

  1. Se como candidatos já fazem falcatruas e tiram dos pobres seu alimento, imaginem se chegam a ser eleitos . Isso é uma vergonha, deveriam até retirar suas candidaturas, pois não é disso que nossa cidade precisa. São uns caras de pau !!!!!!!!!!!!!!!! Minha esperança é que cada um vá preso, além claro da vergonha que já estão passando nesse reportagem. Parabéns ao jornal por publicar a relação dos nomes.

COMENTE

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

PUBLICIDADE
Enviar mensagem
Envie sua notícia
Envie sua NOTÍCIA ou sua DENÚNCIA para a nossa equipe de jornalismo!