Nós Balneário Camboriú

18.9 C
Balneário Camboriú

Covid-19: Faltou transparência no caso dos asilos de Camboriú

A morte de um interno de um Centro de Permanência de Idoso de Camboriú revela truncamento nas informações repassadas à comunidade

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

good news

Siga-nos no Google News

No último sábado (11), veio à tona a contaminação de covid-19 em dois asilos de Camboriú. Na data, a prefeitura informou que uma funcionária testou positivo, e que logo após todos os residentes foram testados, resultando em 10 casos positivos em idosos. A divulgação das informações foi feita sem muita transparência por parte da prefeitura, que não detalhou quantos idosos foram contaminados em cada um dos asilos.

Já no domingo (12), a prefeitura informou através de uma nota extremamente confusa, que uma idosa de 92 anos, de um dos asilos, foi transferida para o Hospital Ruth Cardoso, em Balneário Camboriú, e que, além dos 10 idosos, quatro funcionários dos asilos também testaram positivo.

Nesta terça-feira (14) veio a notícia de duas mortes por covid-19. A prefeitura informou que uma das mortes trata-se de um idoso de 84 anos, interno de um Centro de Permanência de Idoso de Camboriú. Ele estava internado desde o dia 5 de abril em um hospital particular de Balneário Camboriú por, supostamente, outras complicações de saúde. A data em que o paciente foi diagnosticado com coronavírus não foi informada. A outra morte não está relacionada com os casos dos asilos.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Somente após a morte dos dois idosos, que a assessoria da prefeitura esclareceu que os 14 casos de coronavírus, eram 5 idosos e 2 funcionários contaminados para cada um dos dois asilos. O idoso que faleceu seria, a princípio, um dos cinco idosos do Geriátrico Parque das Tucaneiras. Mas após muitos questionamentos, foi esclarecido que a vítima não entrou na conta das testagens, o que significa que no total seriam 11 residentes com covid-19, sendo seis – e não cinco – contaminados naquele asilo.

Funcionários alegam que a vítima pode ter contraído o vírus no Hospital do Coração, apesar das evidências apontarem para a contaminação no recinto geriátrico.

RETIRADOS DO ASILO

De acordo com o chefe de gabinete, Ariel Silva, no Parque das Tucaneiras, cada idoso tem o seu apartamento, onde ficam isolados e recebem comida pela janela. Como no Lar da 3ª Idade Padre Antônio Dias os idosos não tem apartamento para se isolarem, uma promotora ordenou que os residentes terão que ser retirados do asilo.

No momento, eles estão sendo transferidos para o Hospital Cirúrgico de Camboriú (HCC), onde farão o isolamento em quatro quartos isolados. Caso algum apresente agravamento em seu estado de saúde, terá quer ser transferido para o Hospital Municipal Ruth Cardoso, em Balneário Camboriú, pois o HCC não tem capacidade para tratar casos graves.

Siga-nos no instagram

Receba notícias de Balneário Camboriú e região pelo Telegram do Camboriú News

PUBLICIDADE

COMENTE

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

* Os comentários publicados são de absoluta responsabilidade de seus autores, e não devem ser entendidos como posicionamento do Camboriú News e seus editores.

camboriú shop

Enviar mensagem
Envie sua notícia
Envie sua NOTÍCIA ou sua DENÚNCIA para a nossa equipe de jornalismo!