Nós Balneário Camboriú

18.9 C
Balneário Camboriú

Assaltos a comércios e furtos em prédios na 1ª quinzena de junho em BC

O Camboriú News não recebeu mais relatos de assalto na ciclofaixa, em contrapartida, os relatos de assaltos que chegaram são todos aos comércios no coração da cidade

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

good news

Siga-nos no Google News

O mês de maio foi marcado por uma onda de invasões e furtos a condomínios e assaltos na ciclofaixa em Balneário Camboriú. As invasões e furtos em prédios seguiram na primeira quinzena de junho, porém o Camboriú News não recebeu mais relatos de assalto na ciclofaixa. Em contrapartida, os relatos de assaltos que chegaram são todos aos comércios no coração da cidade. Em todos os crimes os autores estavam utilizando máscara, o que dificulta o reconhecimento dos criminosos.

Assalto a comércios:

Nos primeiros 15 dias do mês de junho o Camboriú News teve o conhecimento de dois assaltos a comércios. No dia 09, a Farmael, farmácia estabelecida na rua 904 próximo aos camelôs em Balneário Camboriú, sofreu um assalto a mão armada. E no dia 11, feriado de Corpus Christi, uma loja sofreu um assalto na Avenida Central. Nenhum dos envolvidos foram identificados ou presos.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Um furto também foi registrado em uma loja de roupas na Avenida Brasil com a Rua 2650, no dia 3 de junho. Após denúncias, a Guarda Municipal localizou e perseguiu os ladrões e acabou capturando um dos envolvidos com 32 jaquetas e 21 calças, totalizando aproximadamente R$20 mil em mercadorias.

Invasão a condomínio:

No mês de maio o Camboriú News recebeu informações de vítimas de 15 furtos em edifícios residenciais de Balneário Camboriú. Um dos responsáveis pelas principais invasões a condomínios foi preso pela Polícia Militar. A Polícia também capturou um adolescente de 17 anos e um homem de 33 anos com bicicletas roubadas. Os demais não foram capturados.

Já na metade do mês de junho já recebemos 10 denúncias, entre tentativas e furtos consumados. Um casal, com a mulher grávida, é responsável por oito das 10 denúncias.

O primeiro relato aconteceu no dia 02 de junho de 2020, no edifico Don Victório, na rua 2850. O casal ficou esperando que um carro entrasse no prédio para entrar “de carona” pelo portão da garagem. O ladrão rolou no chão em 50cm de abertura do portão, entrou no prédio, acessou o elevador de serviço e abriu a porta da saída de banhistas para a comparsa. Eles tentaram levar duas bicicletas que estavam com cadeados, porém conseguiram abrir apenas um dos cadeados e acabaram levando apenas uma das bicicletas. Uma moradora relata que “eles abriram [o cadeado] como se fosse um pacote de ruffles”. Por fim, saíram pela saída de banhistas como se fossem moradores do prédio.

Ainda no dia 02 de junho o casal agiu no edifício San Salvatore na mesma rua. A “grávida” esperou um morador entrar pela porta da frente e entrou junto como se fosse uma moradora. Ela esperou alguns instantes e abriu a porta para seu parceiro. Depois, desceram as escadas, foram até a garagem e furtaram uma bicicleta.

No dia 05 de junho, por volta das 20h, o casal resolve retornar para o edifício San Salvatore na rua 2850, usando a mesma estrategia da primeira vez. Na ocasião eles furtaram duas bicicletas.

No mesmo dia, perto das 18h, a mulher, do casal, foi flagrada tentando aplicar o mesmo modus operandi ainda na rua 2850, no edifício Jardim Atlântico. Porém, a loira foi surpreendida por moradores que não deixaram ela entrar junto. Desta vez, um pouco mais descuidada, a mulher baixou a máscara e olhou diretamente para a câmera de segurança.

Três dias depois, no dia 08 de junho, o casal resolve retornar pela terceira vez para o edifício San Salvatore na rua 2850. Dessa vez não conseguiram entrar como se fossem moradores. Então, o homem cortou os cabos do imã da porta, porém o alarme disparou e o casal se evadiu do lugar.

Como não conseguiram furtar nada na rua 2850, o casal se dirigiu para a rua 2700, no edifício Indianápolis, por volta das 02h50. Os criminosos arrombaram a porta de saída de banhistas e furtaram uma bicicleta.

No dia seguinte, dia 09 de junho de 2020, por volta das 18h, o furto aconteceu na rua 3144, onde esperaram um carro entrar na garagem para entrar em seguida. Imagens da câmera de videomonitoramento mostram o casal parado em frente ao prédio, esperando o carro entrar na garagem e, quando o portão já estava fechando, o homem e a mulher aproveitaram e entraram no edifício. Logo em seguida as imagens mostram o casal dentro do elevador indo para garagem escolher as bicicletas para furtar e saindo pelo hall de entrada.

Fora da rota onde praticam seus crimes, no 12 de junho, às 06h30, o casal tentou furtar um prédio na rua 4100, na Barra Sul. A ladra tentou abrir a porta de entrada do edifício, enquanto o companheiro aguardava encostado em um carro em frente. Ele não contavam que o local tinha um vigia. O guarda deixou a mulher tentar abrir a porta e, como viu que ela não conseguiria, ele a abordou. Questionada, a mulher, sem medo ou vergonha, disse que estava ali pois queria uma xícara de café, virou e saiu correndo com o companheiro pela Atlântica.

Já a sexta-feira 12 de junho, o furto foi realizado por um outro homem. Por volta das 14h, o indivíduo invadiu um apartamento usando algumas ferramentas, na Avenida Palestina, e furtou um celular.

Na madrugada do dia 14 de junho um prédio na rua Blumenau no bairro dos Municípios foi invadido por um homem, por volta das 2h40. O ladrão levou uma bicicleta.

Os envolvidos não foram capturados.

Receba notícias de Balneário Camboriú e região pelo Telegram do Camboriú News

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

COMENTE

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

O conteúdo dos comentários publicados é de absoluta responsabilidade de seus autores, jamais representando a posição oficial dos editores do Camboriú News, nem do próprio.

PUBLICIDADE
Enviar mensagem
Envie sua notícia
Envie sua NOTÍCIA ou sua DENÚNCIA para a nossa equipe de jornalismo!