Nós Balneário Camboriú

18.9 C
Balneário Camboriú

Forças de segurança têm mais um fim de semana de fiscalização do cumprimento do lockdown em SC

SC teve mais um fim de semana de restrições e fiscalização reforçada para conter o avanço da Covid-19,

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Siga-nos no Google News

Em mais um fim de semana de restrições e fiscalização reforçada para conter o avanço da Covid-19, as forças de segurança de Santa Catarina atuam em todo o estado para o cumprimento do decreto que estabelece medidas sanitárias de prevenção ao novo coronavírus. O decreto segue vigente até às 6h desta segunda-feira, 8.

O presidente do Colegiado Superior de Segurança Pública e Perícia Oficial e comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar, coronel BM Charles Alexandre Vieira, destaca que as ações são intensificadas nos períodos com restrição social, mas, desde o começo da pandemia, o trabalho das forças de segurança tem sido constante. “Agora, nesta fase, as ações foram intensificadas, principalmente por conta dos períodos determinados em que se faz ainda mais necessário o isolamento social”, frisa.

Para o trabalho de fiscalização, Santa Catarina conta com um reforço de 500 policiais militares, que, neste momento, estarão atuando exclusivamente nesta função. De acordo com o comando-geral da PM,  a tropa está sendo empregada nos municípios que, juntos, concentram a maioria do número total de casos da doença no estado. O efetivo poderá atuar de acordo com as necessidades apontadas pela área da Saúde.

PM reforça trabalho de fiscalização

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Na Polícia Militar, durante o segundo final de semana de restrições, as ações foram reforçadas com o serviço de inteligência, identificando pessoas ou pequenos grupos que estariam organizando eventos e acabaram sendo desmobilizados de maneira antecipada pelos policiais. A integração das polícias militar rodoviária e ambiental foi outra estratégia que ajudou a ampliar a capacidade de fiscalização. 

Segundo o comandante-geral da Polícia Militar de Santa Catarina, coronel PM Dionei Tonet, o papel da população também é fundamental. “É muito importante que as pessoas estejam bem informadas e nos ajudem, passando informações. A participação da própria comunidade torna o nosso trabalho ainda mais efetivo”, disse o comandante-geral.

Desde a sexta-feira, a Polícia Militar intensifica a fiscalização em casas noturnas, inclusive com a interdição de estabelecimentos com reunião de público. As praias – que também estão sob a vigência do decreto 1.172 – foram fiscalizadas pelos policiais, para coibir a circulação e permanência de pessoas.

Polícia Civil trabalha também em conjunto com municípios

Pela Polícia Civil, os trabalhos de fiscalização se estenderam de noite e de dia em todas as regiões do estado em operações integradas também com órgãos municipais. Na Capital, policiais civis percorreram regiões como o Centro, Continente, Lagoa da Conceição e Norte da Ilha de SC. Foram feitas fiscalizações também na Grande Florianópolis.

“Estamos atuando mais uma vez em defesa das vidas e contamos com a conscientização das pessoas”, afirma o delegado-geral Paulo Koerich.

A operação da Polícia Civil foi denominada de “Future Optimum” e dados parciais contabilizados indicavam 3.663 estabelecimentos fiscalizados pelo Estado desde a sexta-feira, 5. Em Blumenau, um bingo clandestino foi descoberto durante a fiscalização.

As autoridades reforçam o pedido para que a população respeite as medidas sanitárias e ajude a conter a disseminação do coronavírus em Santa Catarina

Bombeiros militares trabalham com orientação

Além de atuar em fiscalizações e ações com as demais forças de segurança pública, o Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina realiza um trabalho de orientação nas cidades, passando com viaturas trazendo mensagens para que as pessoas fiquem em casa e respeitem os decretos.

Além disso, os guarda-vidas militares e civis estão fechando as entradas das praias com a fita zebrada da corporação e explicando para as pessoas que o decreto não permite a circulação e permanência dos cidadãos nas praias. 

“Seguiremos atuando nas ruas enquanto for necessário para garantir segurança e saúde a todos, mas cada um precisa fazer a sua parte”, reitera o presidente do Colegiado de Segurança Pública e Perícia Oficial do Estado.

Receba notícias de Balneário Camboriú e região pelo Telegram do Camboriú News

good news
especial publicitário

PUBLICIDADE

COMENTE

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

* Os comentários publicados são de absoluta responsabilidade de seus autores, e não devem ser entendidos como posicionamento do Camboriú News e seus editores.

camboriú shop