Secretário de Estado da Administração pede exoneração e é retirado do processo de impeachment do governador

Jorge Eduardo Tasca figurava como um dos denunciados no pedido de impeachment pela concessão do reajuste salarial aos procuradores do Estado

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

good newshot

UniSociesc está com Plantão on-line de Condições Especiais

Siga construindo seu futuro estudando em uma das melhores instituições de ensino do Sul do País

Unimed será patrocinadora da roda gigante de Balneário Camboriú

Mensagens publicitárias da Unimed serão veiculadas nos monitores de vídeo instalados nas 36 cabines da roda gigante e nos painéis do empreendimento
Siga-nos no Google News

O secretário de Estado da Administração, Jorge Eduardo Tasca, que figurava como um dos denunciados no pedido de impeachment pela concessão do reajuste salarial aos procuradores do Estado, foi retirado do relatório final da Comissão Especial do Impeachment. Na segunda-feira (14), ele pediu exoneração do cargo.

Veja cobertura do casos dos respiradores

Momentos antes da reunião da comissão que aprovou o relatório final, na manhã desta terça-feira (15), o advogado Noel Antonio Baratieri se reuniu como o presidente do colegiado, deputado João Amin (PP), para entregar um requerimento solicitando a retirada de Tasca, justamente por causa saída do cargo.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Jorge Tasca pediu exoneração ontem [segunda-feira], já concedida pelo governador e publicada no Diário Oficial. Então, por força da das Constituições federal e estadual, da legislação que rege o processo de impeachment e do regimento interno, ele tem que ser excluído do processo”, consta no requerimento.

O requerimento foi então repassado ao relator do impeachment do governador, deputado Luiz Fernando Vampiro (MDB), que fez as adaptações no texto do parecer. “Diante do fato superveniente, diante da saída do cargo de secretário de Estado da Administração, perde objeto a denúncia contra si aforada no processo de impeachment, haja vista que este tem por objetivo justamente sua cassação do cargo citado”, considerou Vampiro.

PUBLICIDADE

Homem é preso após quebrar dentes de esposa e agredir enteadas em Camboriú

Vítimas foram ameaçadas de morte e uma das enteadas sofreu tentativa de estrangulamento

Assassino foragido é preso no bairro Monte Alegre

Polícia Militar cumpriu o mandado de prisão ao abordar veículo suspeito
PUBLICIDADE

SOCIAL PROOF

214,075FansLike
36,955FollowersFollow
185SubscribersSubscribe

COMENTE

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

PUBLICIDADE
Enviar mensagem
Envie sua notícia
Envie sua NOTÍCIA ou sua DENÚNCIA para a nossa equipe de jornalismo!