18.9 C
Balneário Camboriú

Nós Balneário Camboriú

Em 2 meses de atuação, 21 pacientes receberam alta no Centro Covid de BC

Desde a abertura, dia 20 de março, o Centro tem sido referência não só para Balneário Camboriú, mas também para municípios da microrregião

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

good newshot

UniSociesc está com Plantão on-line de Condições Especiais

Siga construindo seu futuro estudando em uma das melhores instituições de ensino do Sul do País

Unimed será patrocinadora da roda gigante de Balneário Camboriú

Mensagens publicitárias da Unimed serão veiculadas nos monitores de vídeo instalados nas 36 cabines da roda gigante e nos painéis do empreendimento
Siga-nos no Google News

Nesta quarta-feira (20), o Centro de Acolhimento e Tratamento do Novo Coronavírus completa dois meses de atuação no município. Desde a abertura, dia 20 de março, o Centro tem sido referência em tratamento da Covid-19 não só para Balneário Camboriú, mas também para municípios da microrregião, como Camboriú, Itapema, Porto Belo e Bombinhas.

LEIA TAMBÉM:
Paciente tem alta após 30 dias internada no Centro Covid de BC

De março até maio, o Centro de Acolhimento realizou aproximadamente dois mil atendimentos. Deste total, 543 foram prestados aos moradores de outros municípios. Neste momento, o Centro está com 40% de ocupação, já que oito pacientes ainda estão internados. Ao todo, 60 pessoas precisaram ficar internadas, sendo que 37 são de outros municípios vizinhos, o que corresponde a 61,7%. Dos pacientes internados no Centro somente 23 são moradores de Balneário Camboriú.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Do total de atendimentos realizados nestes dois meses, 29 pacientes tiveram o resultado do exame positivo para o coronavírus, na qual, 21 receberam alta hospitalar e são considerados recuperados da doença. Somente dois pacientes foram a óbito, ambos tinham mais de 75 anos e doença cardíaca prévia.

O atendimento realizado é de livre demanda e quem deve procurar são aqueles que apresentam sintomas como coriza, irritação na garganta, tosse, falta de ar, cansaço e febre, além de pessoas do quadro de risco que apresentam sintomas gripais. Vale ressaltar que a população também pode procurar a Unidade Básica de Saúde mais próxima quando apresentar sintomas gripais leves.

Os casos graves são internados e os leves são orientados a permanecer em casa, sendo monitorados diariamente pela vigilância epidemiológica. Todos realizam a coleta para o exame. Os pacientes que não se enquadram nos protocolos de atendimentos são encaminhados ao Pronto Socorro do Hospital Municipal Ruth Cardoso para tratamento adequado.

Estrutura

O Centro de Acolhimento e Tratamento do Coronavírus disponibiliza 124 leitos, sendo 20 de UTI e 27 de Unidade semi-intensiva. A equipe é composta por médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, fisioterapeuta, nutricionista, psicóloga, fonoaudióloga, farmacêutico, além de profissionais de segurança, administrativo, higienização e guarda patrimonial.

Para garantir a segurança, não é permitida a visita presencial de rotina. Por isso, com objetivo de aproximar o paciente do seu familiar são realizados boletins informativos diários, por meio de videochamada. De um lado, o paciente, acompanhado pelo médico e, do outro estão os familiares, acolhidos pelo serviço de psicologia. Se houver algo que impeça a ida do familiar, os boletins médicos são feitos por contato telefônico.

PUBLICIDADE

BC teve final de semana com praia cheia, mas permanência em praias continua proibida em SC

A dúvida sobre a liberação foi levantada por moradores e turistas que presenciaram a praia cheia

Hóspede comete suicídio em banheiro de hotel de Balneário Camboriú

Esse seria o 9° suicídio ocorrido em Balneário Camboriú em 2020
PUBLICIDADE

NOTÍCIAS DE

Balneário Camboriú

SOCIAL PROOF

213,944FansLike
36,955FollowersFollow
185SubscribersSubscribe

COMENTE

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

PUBLICIDADE
Enviar mensagem
Envie sua notícia
Envie sua NOTÍCIA ou sua DENÚNCIA para a nossa equipe de jornalismo!