Prefeito afirma que Balneário Camboriú não cobrará passaporte de vacinação

Em BC, a entrada de moradores e turistas em bares, restaurantes, hotéis, shoppings e atividades de alto fluxo de pessoas será livre para pessoas vacinadas ou não

2
632
Crédito: Prefeitura de BC

Após prefeitos de outras cidades do país anunciarem a obrigatoriedade do passaporte de vacinação, o prefeito de Balneário Camboriú se manifestou através de seu Twitter e afirmou que a medida não será adotada na cidade.

+ SC atinge 80% da população adulta vacinada com a primeira dose contra a Covid-19

“Estou sendo questionado sobre medidas que exigirão passaporte de vacinação em alguns municípios. Informo que tal medida não será adotada em Balneário Camboriú”, tuitou Fabricio Oliveira.

O “passaporte de vacinação”, como vem sendo chamado, será obrigatório para a entrada de moradores e turistas em bares, restaurantes, hotéis, shoppings e atividades de alto fluxo de pessoas. Os estabelecimentos só aceitarão pessoas que estejam vacinadas contra a Covid-19. Em Balneário Camboriú a entrada será livre para pessoas vacinadas ou não.

No Brasil cidades como São Paulo, Campinas e Florianópolis adotaram a medida.

Vários países e regiões também exigem a comprovação da vacina contra o coronavírus, entre eles, Israel, Áustria, Dinamarca, Eslovênia, França, Grécia, Irlanda, Itália, Letônia, Lituânia, Luxemburgo, Holanda, Portugal, Japão e Coreia do Sul.

138 mil doses

Até esta segunda-feira (23), Balneário Camboriú já aplicou 138.288 doses da vacina contra Covid-19. Destes, 93.176 são da primeira dose, 40.312 são da segunda dose e 4.800 são da dose única.

Dos grupos imunizados (D1 e dose única), 8.207 são profissionais da saúde, 73.461 são pessoas com 20 anos ou mais, 835 são profissionais das forças de segurança, 3.496 são profissionais da educação, 10.287 pessoas com comorbidades, 231 profissionais da indústria com 19 anos ou mais e 1.459 gestantes, puérperas e lactantes.

Nesta terça-feira (24), a vacinação contra Covid-19 em Balneário Camboriú ocorre, das 8h às 17h, na Unidade Básica de Saúde Central, na Rua 1.500, e no drive-thru, ao lado do colégio Ivo Silveira. Nas demais unidades ocorre das 8h às 12h e das 13h30 às 17h.

2 COMENTÁRIOS

COMENTE

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui