Nós Balneário Camboriú

18.9 C
Balneário Camboriú

Quatro redes feiticeiras são apreendidas em 2 dias em Balneário Camboriú

Uma das rede foi apreendida na praia Central e estava esticada da areia até as proximidades da Ilha das Cabras

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

good news

Siga-nos no Google News

O Departamento de Fiscalização da Secretaria do Meio Ambiente (SEMAM), em parceria com a Guarda Municipal Ambiental, fiscaliza a pesca irregular da tainha em Balneário Camboriú. A temporada iniciou no dia 1º de maio deste ano.

Na terça-feira (11), a fiscalização recebeu uma denúncia de redes irregulares na entrada do Rio Camboriú, sendo duas redes feiticeiras e duas redes de espera, com mais ou menos 100 metros cada. Segundo o diretor de fiscalização Ambiental, Matheus Rafaeli,

Nesta quarta-feira (12), a fiscalização também apreendeu uma rede feiticeira na praia Central. Segundo o diretor de fiscalização Ambiental, Matheus Rafaeli, a rede estava esticada da areia da praia até as proximidades da Ilha das Cabras. Outra rede feiticeira foi apreendida pela fiscalização próximo da entrada do rio Camboriú

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

A legislação que rege o período da pesca da tainha veda o uso de armação de redes de pesca do tipo feiticeira e de malha, além do uso de cilibrim e fisgas.

Ainda de acordo com, Matheus, as redes encontradas foram apreendidas e encaminhadas para a Polícia Militar Ambiental de Florianópolis, para os procedimentos previstos para o descarte. “Além do equipamento usado ser ilegal, estava colocado também em lugar proibido, o que acaba prejudicando a pesca tradicional”, conta o diretor.

O diretor afirma que não haviam animais marinhos presos às redes, causando, desta forma, menos danos ao meio ambiente. Ainda salienta que a rede de pesca tipo feiticeira é proibida o ano inteiro.

Receba notícias de Balneário Camboriú e região pelo Telegram do Camboriú News

PUBLICIDADE

COMENTE

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

* Os comentários publicados são de absoluta responsabilidade de seus autores, e não devem ser entendidos como posicionamento do Camboriú News e seus editores.

camboriú shop

Enviar mensagem
Envie sua notícia
Envie sua NOTÍCIA ou sua DENÚNCIA para a nossa equipe de jornalismo!