Nós Balneário Camboriú

18.9 C
Balneário Camboriú

Governo do Estado volta a discutir plano de convívio para retomada de atividades

"Precisamos buscar um equilíbrio entre saúde da população e a economia", afirmou chefe da casa civil

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

good news

Siga-nos no Google News

Logo após a edição do decreto 535/2020, que prorroga o isolamento social em Santa Catarina por mais sete dias, o Governo do Estado voltou a reunir o grupo de trabalho para discutir o plano de convívio, que inclui atividades econômicas. A novidade foi a adição de representantes da Federação Catarinense de Municípios (Fecam) e de entidades empresariais no debate sobre os próximos passos da futura abertura econômica em meio à pandemia da Covid-19. A reunião desta terça-feira,31, foi conduzida pelo chefe da Casa Civil, Douglas Borba, que anunciou que o grupo passará a se reunir todos os dias, às 14h, sob o comando do secretário da Fazenda, Paulo Eli.

Segundo Borba, embora as medidas de restrição sigam vigentes em todo o território catarinense, é preciso preparar desde já a reabertura do Estado. Três questões são essenciais nesse ponto: o que será aberto? Quando isso acontecerá? E como, com quais medidas de segurança?

LEIA TAMBÉM:
74% dos pequenos negócios catarinenses estão sendo impactados pela quarentena

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

“Queremos ouvir todos os agentes envolvidos neste momento difícil para Santa Catarina. A colaboração na construção de soluções é fundamental. Por isso, juntamos nesse grupo de trabalho as principais entidades do setor produtivo, um representante da Alesc e a Fecam, representada pela prefeita Adeliana Dal Pont, de São José. Precisamos buscar um equilíbrio entre saúde da população e a economia, para que possamos nos recuperar o mais rapidamente possível dessa crise”, afirmou Borba.

Receba notícias de Balneário Camboriú e região pelo Telegram do Camboriú News

PUBLICIDADE

COMENTE

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

* Os comentários publicados são de absoluta responsabilidade de seus autores, e não devem ser entendidos como posicionamento do Camboriú News e seus editores.

camboriú shop

Enviar mensagem
Envie sua notícia
Envie sua NOTÍCIA ou sua DENÚNCIA para a nossa equipe de jornalismo!